Ofensiva turca na Síria gera medo de fuga dos jihadistas presos pelos curdos

Photo of Ofensiva turca na Síria gera medo de fuga dos jihadistas presos pelos curdos
Facebook
VKontakte
share_fav

São dezenas de milhares os jihadistas do Estado Islâmico (EI), homens e mulheres, que junto com seus filhos permanecem capturados pelas Forças Democráticas Sírias (FDS, coalizão de forças árabes e curdas) no norte desse país. A maioria deles foi presa em 23 de março em Baguz, o último reduto que o califado manteve. Atualmente se encontram cativos em pelo menos dois centros penitenciários e cinco campos preparados para esse fim no norte da Síria. Até que nesta quarta-feira a Turquia lançou uma ofensiva para expulsar as tropas curdas do norte de Síria, esses presos estavam custodiados por forças especiais das FDS. “Tivemos que enviar nossos corpos de elite à frente de combate para repelir o ataque turco, razão pela qual se reduziu a vigilância sobre os jihadistas com efetivos menos bem treinados”, informa, por WhatsApp, um alto funcionário da inteligência curda no norte da Síria. “A prioridade absoluta é defender o território, pelo que as operações contra o EI se paralisaram”, acrescenta.

ver El País
#guerra
#ásia
#protestos sociais
#oriente médio
#curdos
#relações exteriores
#guerra civil
#etnias
#conflictos armados
#guerra na síria
#balcãs
#recep tayyip erdogan
#revoluções
#união europeia
#mal-estar social
#conflitos
#turquia
#europa
#europa sul
#síria
#conflitos políticos
#sociedade
#política