Preço de produto em sites muda se pesquisado no iPhone, Android ou computador

Photo of Preço de produto em sites muda se pesquisado no iPhone, Android ou computador
Facebook
VKontakte
share_fav

Será possível o preço de produtos variar conforme o dispositivo que você usou para pesquisar? Parece algo surreal, mas isso já está sendo feito, como revelou o portal Valor Investe. Assim como acontece com as passagens aéreas, a estratégia de preço dinâmico pode fazer com que apareça valores diferentes para quem busca produtos usando Android, iPhone ou computador.

Mas não é só o dispositivo que pode influenciar na sua futura compra. Especialistas dizem que o e-commerce (“comércio eletrônico, em tradução livre) vai além para definir o preço de produtos. Os lojistas buscam “ler” uma série de informações para compreender o consumidor e, assim, apresentar um valor “ideal”. Os sistemas conseguem, por exemplo, analisar se você realmente precisa do produto.

Usuários de Android, iPhone e computador podem notar preço de produtos diferente em e-commerces
Usuários de Android, iPhone e computador podem notar preço de produtos diferente em e-commerces

Após obter as informações necessárias, o valor diferente pode ser ativado deixando o item mais barato, ou até mais caro. Apesar da distinção entre plataformas, não necessariamente o preço é alterado por conta da pesquisa ser feita em Android, iPhone ou computador, e sim pelo perfil do consumidor.

Mudança no preço de produtos em detalhes

Para o lojista, tudo fica mais fácil quando o cliente já possui conta com eles, óbvio. Sendo assim, quando o cliente pesquisa um produto na internet, a primeira coisa que a loja vai fazer é analisar se o consumidor está logado.

Feito isso, o e-commerce avalia o endereço do comprador, bem como suas últimas aquisições e outros detalhes. Depois, utilizando o IP (“protocolo de internet”, em tradução livre) do seu computador, Android ou iPhone, o lojista, pasmem, poderá analisar seu histórico e, então, definir o preço que você irá pagar em determinado item.

Antes de definir o preço de produtos, as lojas podem analisar até 50 informações de quem está buscando
Antes de definir o preço de produtos, as lojas podem analisar até 50 informações de quem está buscando

Outro especialista explica que, antes do e-commerce chegar no preço dinâmico, eles usam uma tecnologia conhecida como finger print (“impressão digital”, numa tradução livre) que obtém até 50 informações do seu aparelho Android, iPhone ou computador.

A partir disso, fica mais fácil eles saberem se o consumidor pesquisou com frequência, proporcionando um preço atraente. Geralmente essa tecnologia é usada em lojas grandes, como Magazine Luiza, Submarino, Americanas.com e outras. O preço dos produtos pode ser elevado em situações como de baixo estoque, mas também caso seja identificado que você esteja precisando muito daquele item.

Preço dinâmico em e-commerce é legal?

Para o Procon, não há ilegalidade no preço dinâmico em e-commerces
Para o Procon, não há ilegalidade no preço dinâmico em e-commerces

De acordo com o Procon-SP (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) essa prática é legal, sim. Representante do órgão afirma que não há barreira legal para a mudança em preço de produtos (preço dinâmico).

A prática é legal desde que o e-commerce coloque a oferta de forma clara. Ou seja, caso fique claro o valor que o comprador irá pagar naquele momento, neste caso, não há ilegalidade por parte da loja.

Agora que você sabe que é “normal” o preço de produtos na internet mudar, fica a dica: pesquise bem antes fazer suas compras e, na hora da checagem, utilize outros dispositivos, se achar necessário.

Fonte: Valor Investe.

O post Preço de produto em sites muda se pesquisado no iPhone, Android ou computador apareceu primeiro em Showmetech.

ver Showmetech
#e-commerce
#android
#computador
#submarino
#magazine luiza
#preço diferente
#mobile
#geral
#iphone
#americanascom
#notícias
#computadores notebooks e desktops
#mudança no preço
#preço de produtos
#preço de produtos em e-commerces
#preço dinâmico