Desmonte do iPhone 11 revela poucas novidades em relação ao XR [atualizado: vídeo]

Photo of Desmonte do iPhone 11 revela poucas novidades em relação ao XR [atualizado: vídeo]
Facebook
VKontakte
share_fav

A onda de “desmontes” dos novos iPhones foi pesada em 2019, mas ficou concentrada nos modelos mais caros da nova linha. Por isso mesmo, para analisarmos o que há nas entranhas do iPhone 11, nada melhor que confiar nos velhos e bons desbravadores da iFixit.

O pessoal da firma de reparos abriu o novo smartphone de entrada da Apple e, verdade seja dita, não descobriu lá muitas novidades em relação ao seu antecessor espiritual, o iPhone XR. As semelhanças começam já no processo de abertura, que — como acontece desde o iPhone 6s, lá em 2015 — envolve basicamente calor, habilidade e paciência para “romper” a cola que une a tela e a carcaça. Felizmente, o upgrade no certificado de resistência (de IP67 para IP68) não deixou o iPhone 11 mais difícil de ser aberto.

O iPhone 11 também preserva a bateria em formato retangular do seu antecessor, dispensando os componentes em formato de “L” dos modelos mais caros. A célula do novo iPhone tem, como já informado, 3.110mAh, ou cerca de 7% a mais em relação ao XR — suficiente para lhe dar cerca de uma hora extra de vida fora da tomada.

Uma mudança em relação ao XR está na placa lógica: temos aqui, assim como nos iPhones 11 Pro, uma placa em duas camadas. Além disso, há o novo módulo de câmera dupla (com estabilização óptica somente na lente grande-angular) e, assim como nos modelos mais caros, antenas embutidas na carcaça traseira que, pelo visto, servem para a nova tecnologia de banda ultralarga.

Um ponto importante a ser destacado é a questão do carregamento bilateral. Ao contrário dos iPhones 11 Pro, o iPhone 11 “comum” não traz no seu hardware indícios de suporte à tecnologia — não temos, aqui, conectores adicionais na bateria ou bobinas de design diferente. Ou seja, caso a Apple estivesse de fato planejando anunciar a funcionalidade, ela seria exclusiva dos modelos mais caros.

No fim das contas, o iPhone 11 recebeu seis pontos (em 10 possíveis) no índice de reparabilidade da iFixit; segundo a firma, a troca da tela do aparelho é relativamente fácil, mas a construção em vidro tende à falta de durabilidade e a troca da parte traseira requer uma substituição de vários componentes internos.

Wallpapers

Em tempo, a iFixit compartilhou também os seus tradicionais wallpapers com as entranhas dos novos iPhones. Basta acessar essa postagem e escolher seu aparelho (por enquanto, temos somente opções do iPhone 11 e do iPhone 11 Pro Max; o 11 Pro “comum” ficou de fora, por algum motivo), bem como o estilo que quiser — temos tanto a visão interna como a de raio-X.

Para aplicar as imagens, basta salvá-las no seu dispositivo e, em seguida, dirigir-se aos Ajustes, selecionando a opção “Imagem de Fundo”. Para aprimorar a sensação de realismo, é melhor desligar o efeito de perspectiva (aquele que move ligeiramente a imagem de acordo com o movimento da tela).

ver Mac Magazine
#eletrônicos
#bateria
#desmonte
#ifixit
#teardown
#placa lógica
#gadgets
#apple
#hardware
#iphone
#iphone xr
#iphone 11
#carregamento bilateral