Ad Astra, um retorno ao coração das trevas

Photo of Ad Astra, um retorno ao coração das trevas
Facebook
VKontakte
share_fav

Não há propriamente exaltação ou plenitude naquilo que imaginaram Júlio Verne, na literatura, e Georges Méliès, no cinema. Nos romances e nas histórias de ficção científica, as viagens espaciais são perturbadoras ou aterrorizantes. E os filmes —exceto esse circo tão triunfante, espremido e cansado da saga galáctica— costumam ser ameaçadores, angustiantes ou tétricos. Há monstros esperando os invasores como no primeiro e magistral Alien. O mais humano de 2001: Uma Odisseia no Espaço não são os solenes conquistadores do espaço, e sim o computador Hal e sua agonia ao ser desligado. Também é mais fácil ter uma conexão emocional com os trágicos replicantes de Blade Runner do que com os cruéis e desprezíveis humanos que devem exterminá-los.

ver El País
#brad pitt
#crítica filmes
#crítica
#filmes
#francis ford coppola
#cinema
#cultura
#james gray
#tommy lee jones
#john milius
#donald sutherland