Banco do Brasil lança programa de demissões para reestruturação da instituição

Facebook
VKontakte
share_fav

O BB (Banco do Brasil) anunciou nesta 2ª feira (29.jul.2019) 1 conjunto de ações de reestruturação de cargos, redução de agências e 1 programa de demissão voluntária, com o intuito de promover a reorganização institucional da instituição financeira.

O Conselho de Administração aprovou o Programa Adequação de Quadros (PAQ) que visa otimizar a distribuição da força de trabalho, equacionando as situações de vagas e de excessos nas unidades do Banco. Cabe notar que os funcionários que reúnam as condições estabelecidas no regulamento poderão aderir a um plano de desligamento incentivado“, diz o banco em comunicado.

De acordo com o BB, o desligamento dos funcionários interessados poderá ser feito por meio de aposentadoria ou de desligamento consensual, previsto na legislação trabalhista.

Funcionários do banco que realizarem o desligamento receberão uma indenização atrelada ao tempo de trabalho na instituição, calculada em até 9,8 salários. O BB também irá ressarcir o plano de saúde dos funcionários desligados e de seus dependentes por 1 ano.


O impacto financeiro com as mudanças anunciadas deve ser divulgado apenas em agosto.

Medidas

O BB afirma que, dentre as ações de reorganização, estão incluídas a revisão e redimensionamento da estrutura organizacional nos níveis estratégico (direção geral), tático (superintendência), de apoio (órgãos regionais) e de negócio (agências). A previsão é de que a execução das medidas ocorram no 2º semestre deste ano.

O BB também anunciou que haverá a criação de uma unidade de inteligência analítica, medida que integra a estratégia de transformação digital.

O Banco do Brasil reitera que estas e outras iniciativas se alinham ao propósito de ampliar a competitividade, por meio da transformação digital e do dinamismo do modelo de atendimento e relacionamento. Fatos adicionais, julgados relevantes, serão prontamente divulgados ao mercado”.

No que diz respeito à estrutura física, o Banco pretende transformar 333 agências em postos de atendimento avançado (PAA), que possuem estrutura menor e mais barata. Além disso, transformará outros 49 PAAs em agências.

A instituição financeira também informou a perspectiva de criar, até outubro, 42 novas “agências empresas“, cujo objetivo é “propiciar melhor experiência aos clientes e incrementar a eficiência operacional“.

ver Blog do Fernando Rodrigues
#banco do brasil
#plano
#pdv
#reestruturação
#conselho de administração
#economia