Porta-voz: Rui Costa agiu de forma ‘irresponsável’ ao negar segurança

Facebook
VKontakte
share_fav

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse nesta 3ª feira (23.jul.2019) que ao negar a solicitação de segurança na inauguração do aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista (BA), o governador Rui Costa (PT) agiu de forma “irresponsável”.

O evento contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Rêgo Barros disse, no entanto, que a segurança do chefe de Executivo federal não foi comprometida, diferentemente do público que compareceu à inauguração.

“A recusa do governo da Bahia em atender à solicitação para que a Polícia Militar, mas não apenas a Polícia Militar, os bombeiros militares, a Polícia Civil, participasse das ações de segurança da área em nenhum momento colocou em risco a segurança pessoal dele [Bolsonaro], que foi realizada por integrantes do Gabinete de Segurança Institucional, das polícias Federal e Rodoviária Federal e das Forças Armadas”, disse o general.


E completou: “Em contrapartida, a ação irresponsável daquele governo deixou vulnerável a população baiana, que prestigiou a sua presença. Caso tivesse ocorrido algum tumulto, a Polícia Militar não estaria presente para resolver o problema”.

Rêgo Barros disse ainda que o presidente considerou a decisão de Rui Costa como uma “descortesia” com o presidente da República.

Bolsonaro foi à inauguração do terminal nesta 3ª. Na 2ª, Rui Costa disse que não iria á cerimônia, que teria se transformado, segundo ele, em 1 ato “político-partidário”.

Ancine

O porta-voz negou a possibilidade de retirar o Fundo Setorial do Audiovisual da Ancine (Agência Nacional do Cinema) e repassá-lo para a Secretaria de Cultura, do Ministério da Cidadania.

“O presidente não censurará filmes patrocinados pela Ancine. No entanto, o governo também não patrocinará filmes que atentem contra os valores éticos e morais que são tradicionais em nossa sociedade”, declarou Rêgo Barros.

Saques do FGTS

Questionado por jornalistas, Rêgo Barros disse que o anúncio da liberação dos saques do FGTS deve ser feita nesta 4ª (24.jul.2019). Disse, porém, que não há confirmação de 1 limite para as retiradas.

“O Ministério da Economia está fechando as pesquisas acerca desse assunto”, afirmou o general.

Segundo o porta-voz, o montante de dinheiro gerado por essa nova regra vai “oxigenar a economia, o que torna ainda mais importante essa liberação”.

ver Blog do Fernando Rodrigues
#bahia
#vitória da conquista
#ancine
#porta-voz
#rui costa
#pronunciamento
#presidente
#governo
#fgts
#palácio do planalto
#jair bolsonaro
#ministério da economia
#otávio rêgo barros
#inauguração de aeroporto
#valores éticos e morais