MP pede que TCU investigue se Coaf analisa atividades financeiras de Glenn

Facebook
VKontakte
share_fav

O Ministério Público pediu ao TCU (Tribunal de Contas da União), nessa 5ª feira (4.jul.2019), que investigue se o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) estaria monitorando a atividade financeira do jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept.

O requerimento (leia a íntegra) foi emitido depois de o site O Antagonista publicar reportagem dizendo que a PF (Polícia Federal) teria pedido ao Coaf para analisar as contas de Glenn. A PF é subordinada ao ministro Sergio Moro. O Coaf, por sua vez, foi transferido do Ministério da Justiça para o da Economia.


Moro é 1 dos alvos de vazamentos de mensagens com integrantes da força-tarefa da Lava Jato. As conversas foram divulgadas pelo Intercept. O ministro afirma ter sido vítima de ataque hacker e diz não reconhecer a autoria das mensagens.

A representação, com requerimento de medida cautelar, pede ao TCU que investigue se há irregulares por parte do Coaf ao supostamente investigar o jornalista. O Tribunal disse que isso pode configurar uma “afronta à liberdade de imprensa”.

Além disso, o MP pede ao TCU para avaliar se houve “dispêndio indevido de recursos públicos e utilização de precioso tempo de servidores e de recursos materiais”.

No documento, o MP cita publicações da Folha de S.Paulo e do Brasil247 repercutindo negativamente o caso. Além disso, menciona comentários de outros críticos ao suposto pedido da PF. Nomes como o do jornalista Paulo Henrique Amorim, do deputado Paulo Pimenta (PT-RS) e do senador Renan Calheiros (MDB-AL) são usados no texto.

“Sendo assim, quando o Coaf busca analisar financeiramente as contas do jornalista Glenn Greenwald em retaliação à divulgação de mensagens por ele apresentadas, existe indícios de que esse órgão esteja sendo utilizado com desvio de finalidade pública e visando, indiretamente, fragilizar a liberdade de imprensa em nosso país. O risco dessa atuação chama tamanha atenção que até a Organização dos Estados Americanos (OEA) publicou nota preocupada com a liberdade de expressão no Brasil”, diz o MP.

ver Blog do Fernando Rodrigues
#renan calheiros
#paulo pimenta
#coaf
#tcu
#glenn greenwald
#the intercept
#paulo henrique amorim
#requerimento
#governo
#investigação
#ministério público
#lava jato
#polícia federal
#justiça
#vaza jato