A Copa do despertar feminista de Marta: “O futebol feminino depende de vocês para sobreviver”

Photo of A Copa do despertar feminista de Marta: “O futebol feminino depende de vocês para sobreviver”
Facebook
VKontakte
share_fav

Marta jamais havia se apresentado como feminista nem aderido de forma tão contundente a pautas do movimento. Mas não era difícil ecoá-lo sendo dona de uma trajetória que espelha as desigualdades enfrentadas pela mulher, inclusive no esporte. Foi criada apenas pela mãe, depois que o pai abandonou a casa da família quando ela tinha um ano, e impedida de jogar futebol em sua cidade, no sertão de Alagoas. Seu primeiro salário na Europa era equivalente a 3.000 reais e até hoje, mesmo consagrada, ainda está muito distante de receber as milionárias cifras embolsadas pelos grandes craques do masculino. Chegou ao Mundial da França, o mais visto da história, sem nenhum contrato fixo de patrocínio, depois de recusar propostas que lhe ofereciam menos da metade do que já chegou a ganhar em outras temporadas.

ver El País
#relações gênero
#futebol feminino
#competições
#organizações internacionais
#seleções esportivas
#campeonato mundial
#programas onu
#esporte feminino
#mulheres esporte
#seleção brasileira
#seleção brasileira feminina futebol
#onu
#copa do mundo
#américa
#mulheres
#futebol
#américa do sul
#brasil
#américa latina
#esportes
#igualdade oportunidades
#marta vieira
#mundial futebol feminino
#copa mundo futebol feminino 2019