Google desiste do mercado de tablets e cancela dois lançamentos

Photo of Google desiste do mercado de tablets e cancela dois lançamentos
Facebook
VKontakte
share_fav

Após uma reunião realizada na quinta-feira passada, o Google confirmou para o Business Insider sua saída oficial do mercado de tablets. A notícia pega os usuários do Pixel Slate — primeiro tablet da marca “Pixel” — de surpresa, já que era esperado um upgrade para o dispositivo bastante criticado neste ano.

De acordo com um porta-voz do Google, a empresa suspendeu a produção de dois tablets (provavelmente os sucessores do Pixel Slate) e transferiu parte dos seus recursos para a linha de produção de notebooks, como o Pixelbook.

Quanto aos próximos lançamentos, o Google confirmou apenas que eles eram tablets menores que o Pixel Slate, o qual tem 12,3 polegadas. Esses dispositivos deveriam ser lançados juntos no último trimestre deste ano, mas o Google decidiu descartá-los depois que os testes de qualidade não atenderam aos padrões da empresa (déjà vu).

No entanto, isso não significa que o Google tenha abandonado os seus lançamentos passados. Ainda segundo o comunicado, a empresa continuará fornecendo suporte e atualizações de segurança para o Chrome OS, sistema operacional do Pixel Slate e do Pixelbook, até junho de 2024 — ela só não fará mais tablets que rodem nesse software.

Rick Osterloh, chefe de hardware do Google, confirmou o suporte para produtos da empresa e de parceiros que rodam os sistemas Android e Chrome OS.

Ei, é verdade… A equipe de HARDWARE do Google focará exclusivamente na produção de laptops, mas não se engane, as equipes de Android e Chrome OS estão 100% comprometidas no longo prazo em trabalhar com nossos parceiros em tablets para todos os segmentos do mercado (consumidor, empresa, educacional).

O Pixel Slate recebeu avaliações bem duras quando foi lançado, em outubro passado. Ainda que tenha ganhado elogios pelo design do dispositivo, o Google foi alvo de críticas quanto ao software do gadget, que parecia “inacabado”.

Como esse é o mesmo sistema que alimenta o notebook da companhia, espera-se que o Google dê uma atenção ainda maior para o conjunto Pixelbook + Chrome OS nos próximos meses.

via The Verge

ver Mac Magazine
#lançamento
#atualização
#design
#android
#críticas
#eletrônicos
#produção
#testes
#tablet
#produtos
#dispositivos
#notebook
#suporte
#engenheiros
#chrome os
#segurança
#gadgets
#time
#padrões
#pixelbook
#google
#software
#tecnologia
#hardware
#mercado
#pixel slate
#rick osterloh