Conheça um destino de cinema no Lago de Lucerna

Photo of Conheça um destino de cinema no Lago de Lucerna
Facebook
VKontakte
share_fav
Divulgação
O Park Hotel é um projeto visionário do hoteleiro Josef Anton Bon

O Lago de Lucerna, que banha a cidade homônima, é – com o perdão do clichê – daqueles lugares que parecem ter saído de um filme. Em toda sua extensão (38 quilômetros de um extremo a outro), é ladeado por montanhas e comunas. Sua configuração lembra muito a paisagem de um fiorde (entrada de mar em uma cadeia montanhosa).

LEIA MAIS: Região do Lago de Genebra: um mar de encantos

Em Vitznau, uma pequena comuna de pouco mais de mil habitantes na margem do lago, o Park Hotel é o lugar certo para aproveitar a natureza e relaxar. O hotel, em funcionamento desde 1903, é um projeto visionário do hoteleiro Josef Anton Bon, que viu no destino o potencial de se tornar um refúgio de luxo. Não estava errado. Após passar por diversos donos, e até pelas mãos da família Oetker entre 1980 e 2009, o hotel foi comprado pela Park Hotel Vitznau AG, subsidiária da empresa Pok Pühringer AG. Na sequência, fechou para reforma completa e reabriu na primavera de 2012 com novos ares.

Hoje a propriedade é alicerçada em três temas principais: Vinho & Refeições, Arte & Cultura e Saúde & Requinte, para perfis distintos de hóspedes e pautados pela personalização. A começar pelos quartos: são 47 suítes e residências únicas, com design e obras de arte diferentes nas decorações.

A cereja do bolo é, sem dúvida, a residência Scappi Presidencial. São dois quartos (a suíte principal tem piso de mármore), dois banheiros de granito com banheiras e salas de jantar e estar. Para não perder o melhor do destino, os ambientes têm varandas voltadas para o lago.

O spa faz jus a Vitznau, destino conhecido pela atenção com o bem-estar do corpo e da mente. São duas piscinas: uma interna, aquecida e com borda infinita, e uma externa, repleta de cadeiras de sol. Além das salas de massagem, é possível usufruir da gruta de gelo – ideal para estimular a circulação e fechar os poros da pele.

As experiências gastronômicas e etílicas não deixam a desejar – muito pelo contrário. O restaurante Prisma, do chef Philipp Heid, propõe pratos que são uma fusão da culinária europeia clássica com a asiática. Ainda na propriedade, o Focus serve menu leve e fresco – e conta com um onírico terraço na beira do lago. O bar Verlinde também é parada imperdível: além dos coquetéis perfeitamente executados, oferece uma coleção de conhaques e armanhaques (aguardente vínica) vintages e cerca de 32 mil garrafas de vinho dispostas em seis adegas. Opções – e motivos – para um brinde não vão faltar.

Divulgação Divulgação Divulgação Divulgação Divulgação Divulgação Divulgação

Reportagem publicada na edição 65, lançada em fevereiro de 2019

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

O post Conheça um destino de cinema no Lago de Lucerna apareceu primeiro em Forbes Brasil.

ver Forbes Brasil
#vinho
#focus
#prisma
#hotel
#residência
#arte
#lago
#spa
#hotel de luxo
#suíte
#montanha
#hóspedes
#refeição
#saúde
#fotos
#cultura
#principal
#forbeslife
#edição 65
#comuna
#bar verlinde
#chef philipp heid
#fiorde
#josef anton bon
#lago de lucerna
#lucerna
#park hotel
#park hotel vitznau ag
#pok pühringer ag
#refúgio de luxo
#scappi presidencial
#vitznau