Mães lutam para acabar com discriminação no trabalho

Photo of Mães lutam para acabar com discriminação no trabalho
Facebook
VKontakte
share_fav
Getty Images
É importante que as mulheres alcancem a igualdade não apenas no local de trabalho, mas também em casa

Resumo:

  • Mães que trabalham dão o seu melhor para conciliar as demandas da vida doméstica e profissional;
  • Enquanto lidam com diversas responsabilidades, seus chefes, gerentes e colegas de trabalho tendem a vê-las como menos competentes;
  • Equilíbrio é um termo que muitas vezes provoca diferentes emoções, especialmente nas mães que sentem a pressão de levar uma vida perfeitamente balanceada;
  • Esse balanço é, na verdade, sobre criar um suporte para melhorar a vida profissional e pessoal dessas mulheres.

Bem antes do início do Mês da História da Mulher, em 1987, as mulheres reconheceram a importância de organizar, reunir e amplificar suas vozes para realizar mudanças efetivas. Sua força, tenacidade e coragem abriram o caminho para inúmeras conquistas no século 21.

LEIA MAIS: 6 ilhas exclusivas com menus especiais de Dia das Mães

Esse legado vive em todas as mães que acordam e decidem dar o seu melhor em casa e no escritório. Implacáveis ​​pelo lado materno, mas profundamente afetadas por ele, as mães trabalhadoras tentaram conciliar as demandas da vida doméstica e profissional com toda a sua capacidade.

Enquanto elas fazem a sua parte para navegar com sucesso por uma complexa gama de responsabilidades, seus chefes, gerentes e colegas de trabalho tendem a vê-las como menos competentes ou comprometidas. Nada poderia ser mais enfurecedor ou distante da realidade e, mesmo assim, estudos sugerem que as mães que trabalham recebem, em média, 30% a menos depois do primeiro filho, enquanto as mulheres sem crianças – e homens – geralmente aumentam seus ganhos na mesma proporção.

Não há dúvida de que as mulheres fizeram progressos significativos no último século. Mas ainda estamos muito longe de equilibrar as escalas da igualdade de gênero. Em homenagem ao Dia das Mães, tenho me concentrado em explorar o que isso realmente significa. Equilíbrio é um termo que, muitas vezes, provoca diversas emoções, especialmente para as mães trabalhadoras, que sentem a pressão de levar uma vida perfeitamente balanceada.

Para mim e para a equipe do “Live.Work.Lead”, esse tema vai além de encontrar a sua própria versão do equilíbrio entre vida profissional e pessoal, mas é, realmente, sobre como criar um suporte para melhorar as duas partes. Ao trabalhar com organizações para apoiar funcionários, treinar gerentes e melhorar políticas (licença remunerada, flexibilidade e outros), estamos constantemente em uma missão para aperfeiçoar o equilíbrio de gênero para indivíduos em casa e no trabalho, mas também em toda a organização.

VEJA TAMBÉM: 3 dicas para mães se livrarem da perfeição no trabalho

E estamos longe de estar sozinhas. Entrei em contato com mães trabalhadoras que, assim como eu, estão na trincheira para defender outras mães no espaço corporativo.

Veja, na galeria de fotos abaixo, depoimentos de mulheres que lutam para mudar a percepção sobre mães trabalhadoras – e como podemos apoiá-las melhor em casa e no trabalho:

Divulgação Divulgação Reprodução/Forbes Divulgação Divulgação Reprodução


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

O post Mães lutam para acabar com discriminação no trabalho apareceu primeiro em Forbes Brasil.

ver Forbes Brasil
#carreira
#empreendedorismo
#maternidade
#ambiente de trabalho
#chefe
#funcionários
#dia das mães
#mães
#coragem
#empreendedoras
#emprego
#mulheres
#negócios
#principal
#mães trabalhadoras
#mary beth ferrante