IDC estima queda anual de 30% nas vendas de iPhones; Huawei supera a Apple [atualizado: Canalys fala em 23%]

Photo of IDC estima queda anual de 30% nas vendas de iPhones; Huawei supera a Apple [atualizado: Canalys fala em 23%]
Facebook
VKontakte
share_fav

Ontem à noite, a Apple divulgou seus resultados financeiros referentes ao segundo trimestre fiscal de 2019, mas ela não mais informa quantos produtos vendeu por unidades — apenas divide os segmentos por receita. Desta forma, não temos como saber oficialmente quantos iPhones foram vendidos de janeiro a março.

O que sabemos, pelos números, é que o iPhone teve uma queda anual de 17,3% em receita (totalizando US$31,1 bilhões). E, como toda a linha está agora mais cara, é natural que a queda anual em unidades tenha sido (bem) mais acentuada que isso.

Com base em pesquisas de mercado, a International Data Corporation (IDC) estima exatamente isso: no primeiro trimestre de 2019, a Apple teria vendido 36,4 milhões de iPhones — o que representaria uma retração anual de incríveis 30,2%. Confira a tabela:

IDC sobre smartphones

A Samsung, a Xiaomi e a OPPO também tiveram quedas anuais em suas vendas, de respectivamente 8,1%, 10,2% e 6%. Quem disparou positivamente foi a Huawei, 50,3%, seguida pela Vivo com 24%. No geral, porém, o mercado de smartphones como um todo retraiu-se 6,6% neste início do ano.

A queda da Apple somada à disparada da Huawei, obviamente, fez com que elas duas trocassem de posição no ranking. Se a chinesa continuar nesse ritmo, poderá inclusive ameaçar a liderança da Samsung num futuro não muito distante.

De janeiro a março, a IDC estima que todas as fabricantes juntas venderam um total de 310,8 milhões de smartphones. É o sexto trimestre consecutivo de queda no segmento.

via MacRumors

ver Mac Magazine
#telefonia
#celular
#smartphones
#iphones
#idc
#huawei
#market-share
#telefones
#vendas
#pesquisa
#apple
#samsung
#mercado