Apple está contratando “escritores criativos” para melhorar a Siri

Photo of Apple está contratando “escritores criativos” para melhorar a Siri
Facebook
VKontakte
share_fav

Já sabemos que a Siri evolui a passos de tartaruga e que a Apple parece estar satisfeita em comer poeira para as principais concorrentes no segmento de assistentes digitais, mas isso não significa que há um total desinteresse em Cupertino pela educada senhora que vive dentro de cada iPhone, iPad, Apple Watch, HomePod e Mac. Quer prova? Basta ver essas descobertas recentes da Thinknum.

O site descobriu que a Apple está abrindo cada vez mais vagas para engenheiros e “escritores criativos” especializados em uma série de áreas como esportes, clima, ações e produtividade. Essas contratações se dão em alguns países, para profissionais de diversos idiomas, e referem-se especificamente à Siri, indicando que estamos realmente falando de uma iniciativa da Maçã para aprimorar sua assistente digital.

As vagas, todas dentro do guarda-chuva da Siri, incluem, por exemplo, um cargo denominado “Gerente Editorial da Siri”, outro “Engenheiro de Software Sênior – Esportes”, um “Escritor Criativo Internacional (em Francês)” e um “Escritor Criativo Internacional (em Cantonês de Hong Kong)”. Os empregos serão ocupados em cidades como Cupertino, Seattle, Paris e Pequim.

Interessante também notar as descrições expandidas dos cargos. A vaga “Engenheiro de Software Sênior — Esportes”, por exemplo, diz que a Apple está procurando alguém com “uma combinação de habilidades técnicas fortes, um desejo de construir recursos excepcionais para o consumidor e um amor profundo pelos esportes”. Já a vaga “Gerente Editorial da Siri” requisita alguém que crie “diálogos polidos e consistentes” para a assistente.

É bom notar que a Apple faz contratações do tipo para a Siri desde 2016, mas o ritmo de vagas abertas está crescendo em uma taxa impressionante. Basta vermos o gráfico com as ofertas de emprego relacionadas à assistente na Maçã:

Por ora, não há como saber se essas contratações trarão alguma mudança prática visível à Siri, ou se a assistente simplesmente continuará avançando a passos de tartaruga como faz atualmente. De qualquer forma, não custa torcer por umas melhorias para ela no iOS 13, não é verdade?

Apple perde engenheiro chave…

Enquanto a empresa intensifica as contratações para a Siri, um engenheiro importante da área de hardware deixou Cupertino recentemente. Gerard Williams III, diretor sênior de arquitetura de plataformas, pediu as contas no fim do mês passado após nove anos na Apple, como informou a CNET.

Mesmo sem ser um nome particularmente conhecido na indústria, Williams foi uma das pessoas mais importantes da Maçã no desenvolvimento dos seus chips próprios: o engenheiro liderou a criação de todos os processadores da Maçã desde o A7, primeiro chip de 64 bits para dispositivos móveis, até o A12X que equipa os mais novos iPads Pro. Ele também supervisionava o desenvolvimento de várias outras partes dos processadores e é listado como inventor de mais de 60 patentes da Maçã.

As razões para a partida de Williams não foram reveladas, e também não se sabe se ele pretende se juntar (ou se já fez isso) a uma outra empresa. Por ora, fica apenas o sentimento de que a Apple perdeu um talento importante.

…mas contrata talento da Tesla

Como os encontros e despedidas são infinitos em Cupertino, saiu Williams, mas entrou na nave-mãe outro nome importante da indústria. Como informou o Electrek, a Apple contratou recentemente Michael Schwekutsch, até então vice-presidente da Tesla responsável pelo desenvolvimento de motores elétricos da empresa.

Schwekutsch ficou na companhia de Elon Musk por três anos, onde colaborou com projetos de desenvolvimento de motores e ajudou equipes em aspectos como redução de ruídos, vibração e aspereza. Antes da Tesla, o engenheiro já tinha passagens pela BorgWagner e pela GKN Driveline.

Na Apple, ele assumiu o título de diretor sênior de engenharia em um chamado “grupo de projetos especiais” — isto é, um grupo responsável por desenvolver produtos e serviços ainda não-revelados. Não é necessário muita perspicácia para deduzir que o projeto especial de Schwekutsch é justamente o “Projeto Titan”, o ambicioso plano da Apple para construção do seu carro autônomo (ou sistema para carros autônomos, ninguém sabe ainda).

Será que a união vai dar caldo? Veremos…

via The Loop, Cult of Mac

ver Mac Magazine
#clima
#contratação
#saída
#siri
#demissão
#assistente
#escritores
#engenheiros
#inglês
#digital
#criativos
#produtividade
#melhoria
#ações
#software
#tecnologia
#apple
#hardware
#esportes