“Não deveríamos ter de faltar à aula para lutar contra a mudança climática”

Photo of “Não deveríamos ter de faltar à aula para lutar contra a mudança climática”
Facebook
VKontakte
share_fav

Ela chega sozinha, carregando uma placa de madeira. Uma chuva fina cai sobre sua capa amarela, vários números maior do que deveria, e que esconde seu corpo pequeno. Cruza os arcos do majestoso edifício de Rksdag, o Parlamento sueco, e continua andando em linha reta, ignorando o traçado da rua. São quase oito da manhã de sexta-feira e na praça de Mynttorget há pessoas a sua espera. Ela mal troca algumas palavras e coloca sua placa ao lado de um canteiro: Skolstrejk for Klimatet, greve escolar pelo clima. Foi neste lugar do centro de Estocolmo que tudo começou em agosto passado. Foi quando Greta Thunberg, até então conhecida por ser filha de uma famosa cantora de ópera sueca, realizou o protesto que se transformaria em poucos meses no símbolo do movimento juvenil de luta contra a mudança climática que promete encher as praças na greve mundial de 15 de março.

ver El País
#relações exteriores
#organizações internacionais
#problemas ambientais
#contaminação atmosférica
#aquecimento global
#contaminação
#mudança climática
#efeito estufa
#cúpulas internacionais
#acordo paris
#cop21
#emissão gases
#cúpula do clima
#conferência mudança climática
#acordos ambientais
#cmnucc
#proteção ambiental
#relações internacionais
#meio ambiente
#onu
#espanha
#sociedade
#greta thunberg