Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

Photo of Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo
Facebook
VKontakte
share_fav

Refis de 47 bilhões

O último grande Refis, programa de refinanciamento de dívidas concedido pelo governo federal durante a gestão do ex-presidente Michel Temer, perdoou 47,4 bilhões de reais em dívidas de 131.000 contribuintes, de acordo com o balanço do programa obtido pelo jornal O Estado de S. Paulo. O restante – 59,5 bilhões de reais, ou pouco mais da metade da dívida original – foi parcelado em até 175 prestações.

Moro em Davos

O discurso que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, levará a Davos, no Fórum Econômico Mundial, é o de que a corrupção prejudica o lucro das empresas, e não afeta apenas governos. As linhas gerais da mensagem de Moro, de acordo com sua assessoria, são de que negócios limpos são bons para os resultados positivos de empresas e que a corrupção, por outro lado, destrói a globalização e a torna injusta. Em Davos, Moro deve participar de painéis sobre o Brasil, integridade e criminalidade a nível global. O fórum acontece entre 22 e 25 de janeiro.

O novo plano do Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, apresenta nesta segunda-feira, 21, ao Parlamento seu plano alternativo para o Brexit. O acordo original negociado por ela foi rejeitado pelos deputados na semana passada, por isso a proposta de hoje – que será debatida no dia 29 – definirá as condições sob as quais o Reino Unido deixará a União Europeia. No entanto, um porta-voz do Partido Trabalhista, de oposição, adiantou ontem que o Reino Unido não conseguirá obter um acordo no prazo estabelecido do Brexit: 29 de março. Esta é a grande dúvida em aberto no Reino Unido neste início de semana.

A cartada de Ghosn

O ex-presidente das montadoras Renault e Nissan, Carlos Ghosn, preso há dois meses no Japão por suspeita de fraude financeira, tenta uma cartada final para aguardar seu julgamento em liberdade. Em audiência nesta noite, Ghosn deve apresentar uma série de garantias de que não vai tentar fugir. Um porta-voz divulgou pela manhã um comunicado neste sentido, fornecendo endereço fixo em Tóquio, se oferecendo a comparecer diariamento a local indicado, e disse ainda estar disposto a usar tornozeleira eletrônica. Ghosn não quer esperar na prisão o julgamento, o que deve levar até seis meses. O governo francês, segundo a imprensa japonês, tem feito pressão para que a Nissan e a Renault consolidem uma fusão — a Renault tem 43% das ações da Nissan. Ghosn foi destituído da Nissan, e está temporariamente afastado da presidência da Renault.

Protesto em Atenas

Mais de 60 mil pessoas concentraram-se neste domingo, 20, em Atenas, na Grécia, para protestar contra o acordo entre o governo grego e Skopje sobre a alteração do nome da Macedônia. Houve confrontos entre a polícia e manifestantes. O acordo visa a alteração do nome da “Antiga República Iugoslava da Macedônia” para “Macedônia do Norte”, uma disputa que dura 27 anos, desde que a Macedônia declarou independência da Iugoslávia. No entanto, os gregos estavam contra a nova designação, uma vez que há uma região no norte chamada Macedônia.

Tempestades de inverno nos EUA

Pelo menos três pessoas morreram neste fim de semana e mais de mil voos foram cancelados neste domingo nos Estados Unidos devido à tempestade invernal Harper, que se concentra no leste do país. A Patrulha de Estradas Estaduais do Missouri confirmou pelo Twitter a morte de duas pessoas nesta região pelas condições meteorológicas nos dois últimos dias. O terceiro morto é um homem que, segundo a imprensa local, perdeu a vida no Kansas em um acidente de trânsito enquanto tirava a neve das estradas. Essas condições climáticas também afetaram os aeroportos. Segundo o site “Flightaware.com”, pelo menos 1.515 voos foram cancelados e 1.268 sofreram atrasos neste domingo nos Estados Unidos.

ver VIP
#arábia saudita
#frigoríficos
#flávio bolsonaro
#exame hoje
#brasil
#marielle franco
#fabrício queiroz