Hotel robótico demite metade de seus robôs

Photo of Hotel robótico demite metade de seus robôs
Facebook
VKontakte
share_fav
Mais da metade dos 243 droides do hotel teriam sido demitidos, já que estavam dando mais trabalho do que ajudando

O Henn Na, ou Strange Hotel, é um empreendimento robótico no Japão, que chegou a ter mais de 50% de robôs em sua força de trabalho desde que foi lançado. O hotel estampou as manchetes em 2015, quando foi inaugurado, e o “Guinness World Records” o reconheceu oficialmente como o primeiro empreendimento do tipo do mundo.

LEIA MAIS: Como impedir que robôs roubem nossos empregos

No entanto, segundo uma reportagem do “The Wall Street Journal”, mais da metade dos 243 droides do hotel teriam sido demitidos, já que estavam dando mais trabalho do que ajudando. “Ficou fácil agora que não somos frequentemente chamados por hóspedes devido a problemas com os robôs”, disse um membro da equipe.

O hotel inicialmente esperava que os robôs ajudassem a superar a escassez de mão-de-obra na área rural em que está construído. O intuito era usar os robôs para tudo, desde misturar coquetéis até responder a uma infinidade de perguntas dos clientes.

Mas os robôs não são avançados o suficiente para executar muitas das tarefas esperadas. Os hóspedes ficaram frustrados, por exemplo, quando o droide do quarto, “Churi”, que fica atrás de outras inteligências artificiais como Siri e Alexa, não conseguiu responder às suas perguntas.

Um hóspede supostamente foi acordado diversas vezes porque o robô achava que ele estava fazendo uma pergunta, quando, na verdade, estava apenas roncando.

Segundo a reportagem, houve um robô que agradou: um enorme braço mecânico que guarda e retira bagagens do guarda-volumes.

O post Primeiro hotel robótico do mundo demite metade de seus robôs apareceu primeiro em Forbes Brasil.

ver Forbes Brasil
#inteligência artificial
#robô
#férias
#hotel
#lifestyle
#estilo de vida
#tecnologia
#hotelaria
#forbeslife
#serviço de hotel