Homem com síndrome de Down se aposenta no McDonald’s

Photo of Homem com síndrome de Down se aposenta no McDonald’s
Facebook
VKontakte
share_fav

Homem com síndrome de Down se aposenta no McDonald’s

Devido à falta de acessibilidade e às vezes até à discriminação, as pessoas com deficiência têm dificuldade em encontrar empregos remunerados. No entanto, muitos daqueles que conseguem aproveitar a oportunidade, provam para qualquer pessoa que pense que pessoas com deficiência não podem ter emprego, está muito errado. Tomemos por exemplo Russell O’Grady, um dos funcionários mais adoráveis ​​do McDonald’s de Northmead, na Austrália.

Russell, que hoje tem 50 anos, está se aposentando depois de passar 32 anos trabalhando no McDonald’s e dando o exemplo para todos que trabalharam lá com ele.

Russell tem síndrome de Down, uma condição genética que afeta cerca de 1 em cada 700 recém-nascidos nos EUA a cada ano. Em 1984, quando tinha apenas 18 anos, o Jobs ajudou-o a encontrar um emprego na Northmead McDonald’s. O apoio ao emprego é uma iniciativa do governo australiano que ajuda pessoas com deficiências intelectuais a encontrar emprego remunerado.

Apesar de não ter nenhuma experiência de trabalho, Russell impressionou a todos com sua ética de trabalho e tornou-se um funcionário querido para seu gerente, colegas e especialmente clientes. Ao longo dos anos, Russell tornou-se uma celebridade local, com muitas pessoas vindo visitá-lo no trabalho e cumprimentá-lo na rua.

Kate O’Grady, gerente assistente de apoio ao emprego, disse ao Daily Mail: “Ele é uma pessoa incrivelmente social e mal consegue andar na rua sem que as pessoas parem para conversar com ele”. Senpre sorridende e com atitude alegre, ele demonstrou dedicação excepcional ao seu trabalho.

Seu supervisor disse ao The Daily Telegraph: “Temos clientes regulares que visitam Russell na quinta e sexta-feira, e a equipe toda é amiga dele, então vamos sentir a falta dele.”

ver Virgula
#síndrome de down
#austrália
#inacreditável
#mcdonalds