Segurança na Esplanada é reforçada para a posse de Bolsonaro; veja fotos

Facebook
VKontakte
share_fav

Dias antes da posse do 38º presidente da República, Jair Bolsonaro, a segurança na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, é reforçada. A posse presidencial está marcada para 1º de janeiro de 2019.

A Esplanada será interditada de 0h do dia 30 de dezembro até 8h de 2 de janeiro. Pedestres só poderão acessar por entradas próximas à rodoviária e ainda terão de passar por 4 linhas de revista pessoal.

Haverá 5 entradas para carros, mas apenas os credenciados, como os de autoridades.


A estimativa de público é de 250 mil a 500 mil pessoas.

Nos últimos dias de preparativos para a posse, soldados do Exército cercaram a parte de baixo da Esplanada dos Ministérios por concertina, 1 arame farpado com lâminas. Outras áreas, em torno dos ministérios, também foram cercadas.

A área onde Jair Bolsonaro fará o tradicional desfile no Rolls Royce, da Catedral de Brasília até o Congresso Nacional, foi cercada para demarcação do trajeto e proteção do presidente. A população que for assistir ao evento deverá ficar atrás das grades.

A área também foi isolada por paredes de ferro, para impedir a entrada de pessoas por outro meio que não passe pelas revistas.

Veja fotos dos locais feitas pelo fotógrafo do Poder360, Sérgio Lima:

No dia da posse, a Polícia Militar mobilizará cerca de 2.600 homens para trabalhar na região central da cidade. Outros 350 militares do Corpo de Bombeiros e 36 agentes do Departamento de Trânsito também atuarão na operação.

O esquema de segurança da posse de Bolsonaro não se limitará à Esplanada dos Ministérios, também restringirá navegações no Lago Paranoá, 1 dos mais importantes cartões postais da capital federal.

Segundo nota da Marinha do Brasil, dos dias 30 de dezembro de 2018 a 02 de janeiro de 2019, “estará terminantemente proibida a permanência de embarcações a uma distância inferior a 100 metros da Ponte JK e 50 metros das demais pontes e barragem do Lago Paranoá, as quais estarão sob constante vigilância da Capitania Fluvial de Brasília, com o propósito de garantir a segurança dessas obras e do tráfego aquaviário no seu entorno”.

Segundo o Comando do 7º Distrito Naval, quem não respeitar a advertência será tratado como “uma ameaça à segurança, consequentemente, um risco à navegação, estando sujeitas à rigorosa inspeção, seguida de apreensão”.

CONTROLE DE TRÁFEGO AÉREO

Segundo a FAB (Força Aérea Brasileira), também foram planejadas ações de reforço na defesa aérea e no controle de tráfego aéreo. Caças sobrevoarão a área de segurança delimitada para impedir que aeronaves não autorizadas se aproximem.

Pelo planejamento haverá áreas de exclusão com 3 níveis de restrição. Nesses locais, somente aeronaves autorizadas irão sobrevoar.

SAIBA O QUE NÃO PODE LEVAR

Pessoas que assistirem à posse poderão levar pacotes pequenos de alimentos, como biscoitos e salgadinhos. Ambulantes não serão permitidos.

Serão disponibilizados ao longo da Esplanada postos de atendimento médico e de oferta de água, além de telões.

Itens como mochilas, bolsas e carrinhos de bebê não poderão passar pela revista dos policiais.

Eis os itens que não serão admitidos para quem quiser assistir à posse da Esplanada:

  • garrafa;
  • guarda-chuva;
  • fogos de artifício;
  • apontadores laser;
  • animais;
  • bolsas e mochilas;
  • sprays;
  • máscaras;
  • produtos inflamáveis;
  • armas de fogo;
  • objetos cortantes;
  • drones;
  • carrinhos de bebê.

COMO SERÁ A CERIMÔNIA DE POSSE

A previsão é da saída de Bolsonaro da Granja do Torto às 15h em direção ao Palácio do Planalto. Haverá 2 paradas: na Catedral e no Congresso, onde será recebido pelos presidentes das duas Casas.

Às 20h ele participará de 1 baile de gala no Palácio Itamaraty.

A Polícia Militar vai mobilizar cerca de 2.600 homens para trabalhar na região central da cidade. Outros 350 militares do Corpo de Bombeiros e 36 agentes do Departamento de Trânsito também atuarão na operação.

A Esplanada será interditada do dia 30 de dezembro às 8h do dia 2 de janeiro. Os pedestres só poderão acessar por entradas próximas à rodoviária e passarão por 4 linhas de revista pessoal, com detector de metais.

São esperadas de 250 mil a 500 pessoas. A taxa de ocupação nos hotéis em Brasília está em torno de 70%.

Eis o cronograma:

  • 14h15 – Bolsonaro deixa a residência oficial da Granja do Torto, onde passará a virada do ano com a família
  • 14h45 – Chegada à Catedral de Brasília, onde deve entrar no Rolls Royce para o desfile até Congresso Nacional
  • 14h50 – Chegada ao Congresso
  • 15h – Abertura da solenidade de posse no plenário da Câmara dos Deputados
  • 16h – Hino Nacional, salva de tiros e revista às tropas
  • 16h20 – Deslocamento para o Palácio do Planalto
  • 16h30 – Pronunciamento à nação
  • 18h15 – Fotografia Oficial
  • 18h25 – Chegada ao Palácio do Itamaraty para recepção de autoridades

Bolsonaro passará pela Catedral (1), Congresso Nacional (2), Palácio do Planalto (3) e Palácio Itamaraty (4) Reprodução/Google Maps

ver Blog do Fernando Rodrigues
#esplanada dos ministérios
#cerimônia de posse
#segurança reforçada
#exército brasileiro
#governo
#polícia militar
#jair bolsonaro
#posse presidencial
#posse de bolsonaro