‘Black Friday’ 2018: cinco dicas para não cair em golpe nas compras pela internet

Photo of ‘Black Friday’ 2018: cinco dicas para não cair em golpe nas compras pela internet
Facebook
VKontakte
share_fav

Compare preços

Embora logo de cara os anúncios de ofertas e a publicidade desta data nos façam acreditar que é possível encontrar os melhores descontos em qualquer produto, diversas entidades de defesa do consumidor alertam que é importante comparar preços antes, durante e depois da Black Friday. Há anos a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) monitora os preços na data nas principais lojas do Brasil e, desde 2013, planifica em uma lista mais de 400 empresas alvo de reclamações dos compradores. Já a Organização de Consumidores e Usuários (OCU), da Espanha, destaca que apenas 11% dos produtos oferecidos eram realmente mais baratos do que em outros dias do ano no país. Por este motivo, a entidade recomenda ao comprador que “não se deixe levar pela inércia" e compare os preços para saber se as oportunidades são mesmo as melhores. Existem ferramentas, como o Buscapé, o Zaply e o Baixou, que permitem rastrear os preços de um item.

ver El País
#compras
#hábitos consumo
#consumidores
#consumo
#comércio eletrônico
#cyber monday
#telecomunicações
#comunicações
#comércio
#internet
#black friday
#empresas
#indústria
#brasil
#economia
#tiendas online