Hackers conseguem recuperar uma foto apagada no iPhone X

Photo of Hackers conseguem recuperar uma foto apagada no iPhone X
Facebook
VKontakte
share_fav

Nesta semana aconteceu o Pwn2Own Tokyo 2018, evento no qual hackers se juntam para tentar encontrar falhas e vulnerabilidades em aparelhos e sistemas operacionais. Nesta edição, os smartphones testados foram o Google Pixel 2, o Samsung Galaxy S9, o Huawei P20, o Xiaomi Mi6 e o iPhone X. E, já no primeiro dia do evento, os hackers mostraram que não estão para brincadeira, angariando US$225 mil em premiação por terem conseguido desvendar 13 vulnerabilidades.

A dupla Amat Cama e Richard Zhu conseguiu explorar a baseband do Galaxy S9 para executar um código, enquanto outros hackers participantes do evento conseguiram explorar falhas no Xiaomi Mi6 relacionada ao NFC1 (usando a tecnologia, eles forçaram o telefone a abrir o navegador e visitar uma página especialmente criada por eles) e Wi-Fi (fizeram o navegador ir a uma determinada página; depois, continuaram explicando bugs adicionais para instalar silenciosamente um aplicativo via JavaScript, ignorar a lista de permissões do aplicativo e iniciar automaticamente um app).

O Wi-Fi do S9 também foi explorado, com hackers forçando o telefone a visitar um site sem interação com o usuário, depois usando um redirecionamento inseguro e uma carga insegura de aplicativos para instalar um app personalizado.

Imagem: Unsplash

E, não; o iPhone X não saiu ileso da competição. Como destacou a Forbes, a mesma dupla de hackers colocou no bolso US$60 mil por encontrar uma brecha no aparelho a qual permite recuperar uma foto ou um arquivo excluído pelo usuário.

Ao deletar uma foto no iPhone X, o iOS primeiro alerta que tal imagem será excluída de todos os dispositivos conectados à conta iCloud (caso você esteja usando a Fototeca do iCloud); ao optar por apagar, a foto então vai para um álbum de imagens excluídas e permanece lá por 40 dias até ser apagada de fato.

Os hackers descobriram uma maneira de recuperar essas fotos excluídas recentemente explorando uma vulnerabilidade no compilador just-in-time (JIT), que supostamente processa o código do computador enquanto um programa é executado. Se esse compilador for comprometido, é possível recuperar os arquivos excluídos recentemente. Em teoria, qualquer dado processado pelo compilador JIT poderia ser vulnerável ao ataque — a imagem foi utilizada apenas como uma prova de conceito.

A Apple foi devidamente informada sobre o bug — veremos quando tudo será corrigido.

via The Verge

ver Mac Magazine
#japão
#ios
#tóquio
#icloud
#falha
#vulnerabilidade
#iphone x
#segurança
#gadgets
#conferência
#pwn2own
#evento
#hackers
#dados
#software
#apple
#iphone
#fotos