Os 17 aeroportos mais perigosos do mundo

Photo of Os 17 aeroportos mais perigosos do mundo
Facebook
VKontakte
share_fav

Eu me vi segurando o braço enquanto meu avião tentava aterrissar na África em uma remota pista de pouso arenosa. O pouso foi cancelado e precisamos circular várias vezes para assustar várias girafas que estavam ocupando a pista. Quase um mês depois, fiz uma aterrissagem dramática no Butão, que era como uma cena de Guerra nas Estrelas, onde meu avião comercial tinha que ser transportado dramaticamente para se encaixar entre o estreito e remoto terreno montanhoso. Esta são apenas algumas das incríveis experiências que eu tive viajando pelo mundo, que incluem, ainda, tempestades de neve e relâmpagos até turbulências pesadas que prejudicaram nossa tripulação. Ainda assim, eu sempre mantive a calma e a confiança de que tudo daria certo.

LEIA MAIS: Dois aeroportos brasileiros estão no Top 10 mundial

Segundo o Mapa de Incidentes Globais da Aviation, houve mais de 500 aterrissagens de emergência e 20 acidentes de avião em todo o mundo este ano, e nenhum deles ocorreu nos aeroportos considerados mais perigosos. Apesar da dificuldade de operação, marcada por pousos dramáticos e cuidadosamente orquestrados, esses aeroportos estão localizados em algumas das áreas mais bonitas e muitas vezes perigosas do planeta.

Muitos deles são acessíveis apenas para pilotos bem treinados e qualificados. Em Paro, no Butão, apenas 17 profissionais são treinados para executar aterrissagens de tirar o fôlego. Nos pequenos aeroportos de locais remotos como a Noruega e a Antártida, os pousos são ainda mais dramáticos.

Veja, na galeria de fotos abaixo, os aeroportos mais perigosos e emocionantes do mundo:

O post Os 17 aeroportos mais perigosos do mundo apareceu primeiro em Forbes Brasil.

ver Forbes Brasil
#latam
#ásia
#áfrica
#aeronave
#férias
#congonhas
#perigo
#lufthansa
#neve
#nova zelândia
#austrália
#aeroporto
#nevoeiro
#oceania
#aeroportos
#são paulo
#europa
#verão
#inverno
#perigoso
#américa
#listas
#brasil
#notícias
#principal
#tripulação