Não é momento de aprovar reajuste do Judiciário, diz Bolsonaro

Facebook
VKontakte
share_fav

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse nesta 4ª feira (7.nov.2018) que não é o momento para se aprovar reajuste salarial para servidores do Poder Judiciário.

“Obviamente, não é o momento. Estamos terminando o ano com deficit. Quando se fala em reforma da Previdência, sempre existe sacrifício, por mais que uns digam o contrário. Todos têm que colaborar para que o Brasil saia dessa crise”, disse o militar.


O Senado incluiu na pauta da sessão desta 4ª feira a proposta que aumenta salários do Judiciário. O militar afirmou ver o movimento com “preocupação”.

“Estamos numa fase em que todo mundo tem ou ninguém tem. Nós sabemos que o Judiciário é o mais bem aquinhoado entre os Poderes. Vemos com preocupação“, disse.

Ele afirmou que será 1 ato de grandeza do Judiciário não pressionar pela aprovação: “O Poder Judiciário, no meu entender, num gesto de grandeza, não fará tanta pressão por esse aumento de despesa”. Mas evitou dizer se vetará o reajuste caso seja aprovado pelo Congresso.

As declarações foram dadas após visita ao comando da Aeronáutica, em Brasília, e pouco antes de ir ao Supremo Tribunal Federal. Na visita à Corte, o militar evitou falar sobre o assunto na frente da imprensa.

ver Blog do Fernando Rodrigues
#efeito cascata
#teto remuneratório
#governo
#congresso
#contas públicas
#jair bolsonaro
#economia
#stf
#reajuste de salários
#teto do funcionalismo