Nobel da Economia premia Oliver Hart e Bengt Holmström

Nobel da Economia premia Oliver Hart e Bengt Holmström

Bahia Notícias

O prêmio Nobel da Economia deste ano foi concedido ao inglês Oliver Hart, da Universidade de Harvard; e o finlandês Bengt Holmström, do Massachussets Institute of Technology (MIT), pelas contribuições ao desenvolvimento da teoria do contrato. O resultado da premiação foi divulgado nesta segunda-feira (10) pela Real Academia de Ciências da Suécia. A teoria elaborada por Hart e Holmström consiste em um enquadramento para analisar diversos aspectos de formatos contratuais, como pagamentos a altos executivos baseados em performance, privatizações do setor público, além de deduções e coparticipação em seguros. "A análise deles para otimizar arranjos contratuais deixou uma base intelectual para desenvolver políticas e instituições de muitas áreas, de legislação e falência a constituições políticas", afirma a academia, em comunicado oficial. A contribuição de Holmström refere-se a contratos formatados por acionistas a executivos de alta graduação, como CEOs, demonstrando pelo "princípio da informatividade" como essa modalidade de trabalho correlaciona o pagamento à prestação de informações de relevância. Já Hart, em meados dos anos 80, teve importante contribuição ao apontar a importância de contratos incompletos na governança das empresas, diante da impossibilidade de um contrato especificar todas as eventualidades possíveis.

view Bahia Notícias