Allen Blue: “O mais importante para contratar alguém já não é o título”

Allen Blue: “O mais importante para contratar alguém já não é o título”

El País

Ser o líder de uma das empresas mais bem-sucedidas do Vale do Silício (a Microsoft pagou em junho passado mais de 26 bilhões de dólares, ou 83,2 bilhões de reais, para adquirir o LinkedIn) lhe faz ter um tesouro nas mãos: milhões de dados sobre o tipo de trabalho que procuram e realizam as pessoas. Sabe que os códigos de contratação das empresas mudou e que os títulos, sejam universitários ou não, já não contam mais tanto. São as habilidades, o que o candidato é capaz de fazer e as experiências reais que demonstram.

Seguir leyendo.

view El País