Lava Jato exige delação contra Mantega e Palocci para ajudar Marcelo Odebrecht

Facebook
ВКонтакте
share_fav

Categoria:

Justiça

Jornal GGN - Na contramão dos argumentos de que acordos de delação premiada são feitos de maneira espontanea na Lava Jato, a Folha de S. Paulo noticiou, nesta segunda (10), que a força-tareda ameaçou não firmar acordo de delação premiada com redução de pena e regime domiciliar caso Marcelo Odebrecht não aceitasse contribuir da maneira imposta pelos procuradores.

A reportagem, que taxa o modo como Marcelo tentou se defender da série de acusações feitas pela Lava Jato como "resistência" em cooperar, aponta que ele está "melancólico" após ser forçado a admitir participação direta em crimes que ele negou ter cometido.

Chama atenção o parágrafo em que a Folha condiciona a confissão de Odebrecht ao medo de perder o acordo de delação premiada porque os procuradores não estavam satisfeitos com o que ele disse. "(...) ante a possibilidade de ver enterrada a colaboração premiada, acabou admitindo participação direta nos delitos, o que levou procuradores do Ministério Público Federal a comemorar o desfecho dos depoimentos."

leia mais

посмотреть на Blog do Luis Nassif