Manuel Bandeira da vida inteira, por Urariano Mota

Manuel Bandeira da vida inteira, por Urariano Mota

Blog do Luis Nassif

Categoria:

Crônica

por Urariano Mota

No próximo dia 13, faz 48 anos que o nosso maior poeta partiu.

Com ele temos uma viagem íntima nos poemas que nos abalaram desde quando éramos adolescentes. E nos dizíamos, surpresos, “então isto é poesia !”. E por isso mesmo, por força dessa revelação, passamos a ser amantes de


“PORQUINHO-DA-ÍNDIA

Quando eu tinha seis anos
Ganhei um porquinho-da-índia.
Que dor de coração me dava
Porque o bichinho só queria estar debaixo do fogão!

Levava ele pra sala
Pra os lugares mais bonitos, mais limpinhos,
Ele não gostava:
Queria era estar debaixo do fogão.
Não fazia caso nenhum das minhas ternurinhas...

- O meu porquinho-da-índia foi a minha primeira namorada.”

leia mais

view Blog do Luis Nassif