Marcello Novaes dispara: - Desde pequeno eu sempre gostei de mulher

Folha Vitória - Entretenimento

-

Marcello Novaes está no ar nas telinhas com a novela Sol Nascente e faz par romântico com a sua ex-mulher, a também atriz Letícia Spiller. Apesar do estranhamento de muitos, o par garante que mantém uma amizade saudável e livre de desentendimentos. O ator, que também adora cuidar de sua boa forma, deu uma entrevista ao colunista Léo Dias comentando sobre seu personagem e como os acontecimentos do folhetim podem se relacionar com a vida real.

- Vitório e eu temos algumas coisas em comum, principalmente na parte familiar mesmo, que é o carinho, o respeito pelos pais e pelos filhos. Vitório dá mais bronca nos filhos do que eu dou nos meus. Acho que dá para entender porque Vitório foi abandonado pela mulher e criou os meninos sozinho nos últimos dez anos. A responsabilidade não é só de criá-los, mas também de trabalhar na padaria porque ele fica muito à frente ali de todas as coisas que acontecem na padaria. Vitório também é muito carinhoso fisicamente com os filhos porque é uma coisa que eu também tenho com os meus filhos: a gente se abraça. E também tem a torcida para o casal, né? A gente coloca a #levitorio e tem uma torcida muito grande para que Vitório se acerte com a Lenita (Letícia Spiller). Acho interessante também o fato dos autores ainda não terem posto o casal para ficar junto. É legal para o público saber que a gente teve essa história bacana como personagem e também uma história muito bacana na vida real que nós viramos marido e mulher e tivemos o Pedro, que é o nosso filho querido. Está interessante Vitório e Lenita não terem se pegado logo no começo.

Além disso, Marcello também fala sobre sua aposentadoria, visto que trabalha desde os 18 anos de idade e já está pensando em sossegar um pouco.

- Eu pretendo sim me aposentar, não agora! Daqui alguns anos… Hoje eu tenho 34, 35 anos de profissão! Comecei a trabalhar pintando pranchas de surf com 18 anos. Estou com 54 anos, então já tem um bom tempo que eu trabalho. As pessoas podem achar que eu não gosto do meu trabalho, mas é o contrário: eu amo o que eu faço, mas tem muitas outras coisas que eu gosto de fazer. Já estou trabalhando como ator há bastante tempo e abro mão de muitas coisas. Às vezes quero fazer teatro, mas é muito pesado porque é de segunda a sábado e aí eu não vou conseguir ficar com os meus filhos, ir ao meu sítio, pegar uma praia, dormir ou ficar um dia sem ter que estudar. Gosto muito de fazer outras coisas! Tenho uma oficina onde eu faço marcenaria, funilaria, pintura, vela, restauro… Gosto muito de trabalhar com madeira. Pretendo um dia ter um pouco mais de tempo para curtir esses meus hobbies com calma. Não é que eu vá parar de trabalhar totalmente porque tenho meus compromissos eu sou contratado da Globo. Tenho que ficar aqui a disposição deles, mas um dia eu quero ficar a minha disposição.

E falando em se estabilizar longe da profissão de ator, o astro também revela se pretende casar novamente.

- Não tenho pensado em me casar porque eu já estou solteiro faz um bom tempo e como eu não tenho ninguém no momento, só vou poder responder essa questão se um dia eu me apaixonar por alguém. Na minha cabeça agora eu quero namorar. Quando aparecer uma pessoa que eu goste, quero namorar um tempo e depois eu vou ver esse lance de casamento. É difícil de responder, porque eu já fui casado e conheço o casado e o solteiro.

Marcello ainda foi visto com uma mulher pelos paparazzi recentemente e conta se está ou não solteiro.

- Eu sempre namorei muito, fui casado… E sobre ser fotografado com uma mulher… Desde pequeno eu sempre gostei de mulher e continuo gostando. Então vão me ver sempre com mulher, graças a Deus. Não tenho uma namorada fixa e prefiro manter isso para mim. É uma maneira de não expor a mim e nem a pessoa com quem eu fico ou namoro um pouquinho.

Sabemos que o artista é um colírio para os nossos olhos, mas será que ele se acha um galã da televisão brasileira?

- Nunca me considerei um galã. Sempre trabalhei em função dos personagens e é evidente que eu sei que eu não era um cara feio. Galã agora é o Cauã (Reymond), o (Reynaldo) Gianechini… Agora eu estou muito feliz de poder fazer personagens maduros: um pai, que é o que eu sou na vida real. É bacana poder deixar meu cabelo grisalho, que é a cor do meu cabelo real. Minha barba que já está branca, minhas rugas que vieram… Eu sempre fiz esporte, desde que eu me entendo como gente. Comecei a pegar onda com 13 anos e sempre pratiquei esportes: surf, vôlei, futebol, tênis, corrida… Isso me deu uma condição física muito boa e hoje eu continuo praticando esporte. A atividade física é de extrema importância para o ser humano. Sou vaidoso, mas minha vaidade vai bem de uma forma muito normal. É evidente que, quando vou me vestir, procuro me sentir bem, confortável. Me visto de uma forma bastante simples: gosto de calça jeans, bota e camisa. Mas eu não me cuidei muito quando era mais novo. Eu ia muito à praia e não passava protetor solar.

E quais seriam os planos de Marcello daqui há dez anos?

- Eu me vejo no meu sítio, colhendo minhas verduras sem agrotóxicos, as frutas que eu tenho plantado… Vou acordar de manhã, pegar meu canivete e colher as minhas frutas… Abrir na hora as frutas fresquinhas ainda com o geladinho do orvalho da noite… Sossegado, vendo os meus filmes, assistindo tudo aquilo que eu não tive tempo de assistir, ler os livros que eu compro e não tive tempo de ler. Me vejo em uma vida mais tranquila e mais humilde, conclui.

view Folha Vitória - Entretenimento