Mutação genética explica preferência por alimentos gordurosos

Correio Braziliense - Ciência e Saude

A predileção por comidas gordurosas em algumas pessoas com sobrepeso ou obesas pode ter uma explicação genética. Um estudo conduzido na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e divulgado na última edição da revista Nature Communications mostra que uma mutação no gene MC4R faz com que indivíduos tenham um paladar reduzido para o açúcar e comam doses exageradas de gordura, ou seja, tenham uma preferência alimentar pré-codificada para uma alimentação insalubre.“Nosso trabalho mostra que, mesmo se você controlar firmemente a aparência e o sabor dos alimentos, o nosso cérebro pode detectar o teor dos nutrientes”, disse, em comunicado à imprensa, Sadaf Farooqi, coautor do estudo. Farooqi e equipe testaram as escolhas alimentares de 14 indivíduos obesos e que tinham variações raras no gene MC4R — a estimativa é de que essa falha genética acometa uma em cada 100 pessoas com problemas de peso.

view Correio Braziliense - Ciência e Saude