Ministro saudita se diz otimista sobre acordo para cortar produção de petróleo

Folha Vitória Economia

Istambul - O ministro de Energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, disse hoje estar otimista de que grandes produtores de petróleo conseguirão chegar a um acordo final para reduzir a produção da commodity até novembro, quando a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) fará sua reunião de cúpula.

Al-Falih, que falou durante conferência de energia em Istambul, comentou que "é o papel de produtores responsáveis" tentar buscar o equilíbrio entre a oferta e a demanda.

No mês passado, a Opep anunciou um acordo preliminar para cortar sua produção, mas os detalhes finais ainda estão em discussão. Segundo Al-Falih, muitos produtores de fora da Opep sinalizaram estar dispostos a trabalhar com o grupo para reduzir o excesso de oferta no mercado e ajudar a impulsionar os preços do petróleo, que estão em tendência de queda há mais de dois anos.

Integrantes da Opep deverão se reunir nesta semana com países que não pertencem ao cartel para discutir algum tipo de cooperação mais ampla.

"Eu acho que as forças do mercado mudaram significativamente entre 2014 e agora", disse Al-Falih, acrescentando que a hipótese de o petróleo alcançar US$ 60 por barril até o fim do ano "não é impensável".

Na sexta-feira, o petróleo WTI, negociado em Nova York, fechou abaixo de US$ 50 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

view Folha Vitória Economia