Além da Pampulha, prevenção à febre maculosa se estende a outros locais de BH e do estado

Estado de Minas

O alarme para o risco de transmissão de febre maculosa, doença que teve taxa de mortalidade média acima de 40% nos últimos nove anos em Minas, foi disparado em outros pontos de Belo Horizonte, além da Pampulha, e até em cidades do interior de Minas. A ampliação dos possíveis focos sob investigação ocorre após o registro de mais dois casos suspeitos da doença na capital mineira. Um dos pacientes, de 35 anos, é morador de um bairro da Região Nordeste, quase no limite com Sabará. O outro, de 82, mora na Pampulha, mas informou que fez viagem recente a áreas de sítios em Guanhães, no Leste de Minas.

view Estado de Minas