Família morta na Espanha era da Paraíba; parentes não tem suspeitas

Família morta na Espanha era da Paraíba; parentes não tem suspeitas

Bahia Notícias

Os corpos de brasileiros encontrados esquartejados em Guadalajara, na Espanha, foram identificados. Segundo informações do portal G1 , as vítimas são os paraibanos Marcos Nogueira e Janaína Santos Américo, ambos de 39 anos, e os seus filhos: uma menina de 4 anos, nascida na Paraíba, e um menino de 1 ano, que nasceu na Espanha. "Foi uma família que foi dizimada", lamentou o cunhado da mulher, Eduardo Bráulio. Ele informou que a família entrou em contato com o Consulado-Geral do Brasil em Madri após ter visto a notícia de que corpos foram encontrados, cujas idades coincidiam com a dos parentes. O Itamaraty afirma que está acompanhando o caso por meio do Consulado e mantendo contato com as autoridades espanholas, mas que em respeito à privacidade dos cidadãos brasileiros no exterior e em cumprimento de determinações locais, não iria divulgar mais informações. A família era de João Pessoa e tinha ido morar na Espanha há 3 anos, a partir de uma oportunidade de trabalho. Marcos era gerente em um restaurante. "A gente recebeu a notícia com muita tristeza. É tanto que eu que estou passando as informações para a imprensa, porque ninguém mais tem condições", afirmou Bráulio, que afirma que os familiares não tem pistas do que pode ter acontecido. A família não percebeu o desaparecimento do casal porque era comum eles ficarem muito tempo sem dar notícias, após uma mudança de casa recente. "Fazia um bom tempo que a gente não tinha contato. A gente achava que era porque eles tinham se mudado, porque estavam sem internet. Não desconfiamos no início. Às vezes acontecia eles ficarem sem comunicação", disse.

view Bahia Notícias