10 curiosidades sobre a prova do Enem

R7

O Enem começou a ser aplicado em 1998, com o objetivo de avaliar o ensino brasileiro; confira essa e outras curiosidades Olá, pessoal! O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está chegando e junto com ele as cobranças, os medos, angústias e, principalmente, a ansiedade [1]. Mas, em meio a livros, estudos e simulados, poucas pessoas sabem de fato a história da prova, considerada uma das mais importantes do Brasil pelos alunos que pleiteiam uma vaga em universidades renomadas. Para quebrar esse clima de tensão e de quebra te deixar atento, separamos algumas curiosidades interessantes sobre a prova, que acontece nos próximos dias 5 e 6 de novembro, às 13h30, no horário de Brasília. Confira abaixo: Mais de 8 milhões de pessoas se inscreveram no Enem 2015. O número, no entanto, foi 10% menor do que no ano anterior e o Ministério da Educação fez uma análise rigorosa para entender o motivo da diminuição no total de inscritos;[clear] Em 2015, apesar da baixa nas inscrições, o Enem registrou o menor número de faltas em sete anos, uma vitória para os organizadores;[clear] A prova foi criada inicialmente para avaliar a qualidade do ensino brasileiro e é aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP);[clear] O exame era realizado em apenas um dia até 2008;[clear] Em 2015, Roraima foi o estado com o menor número de inscritos. São Paulo registrou a maior taxa;[clear] O Enem é o segundo exame de acesso à universidade com maior número de inscritos no mundo, perdendo apenas o gaokao, prova chinesa;[clear] Na primeira edição do Enem, que aconteceu em 1998, apenas 157,2 mil pessoas se inscreveram. Quatro anos depois, em 2001, os candidatos já eram 1,6 milhão;[clear] O Enem se popularizou em 2004, quando o Ministério da Educação criou o Programa Universidade para Todos (ProUni) e vinculou as bolsas de estudo para universidades particulares à nota obtida no exame;[clear] Em 2009, as instituições de ensino superior público de todo o Brasil começaram a usar a nota do Enem como processo seletivo para os cursos de graduação. Dessa forma, o exame passou a ser escolhido no lugar do vestibular em algumas universidades - a Universidade de São Paulo ainda não aderiu à essa opção;[clear] Ainda em 2009, a prova foi motivo de investigação. A prova teve cadernos furtados em uma das gráficas responsáveis pela produção e devido a suspeitas de vazamento, o exame que estava planejado para ser realizado em outubro de 2009 foi adiado e realizado apenas em dezembro. Com isso, mais de 37% das pessoas faltaram nos dias marcados para a realização das provas.E aí, gostou das curiosidades? Está preparado para o exame [2]? Até a próxima![1] http://canaldoensino.com.br/blog/15-dicas-para-melhorar-o-estresse-e-a-ansiedade [2] http://canaldoensino.com.br/blog/10-videos-de-dicas-de-professores-para-o-enem

view R7