Imbassahy nega que tenha lido projeto sobre anistia para caixa 2

Folha Vitória

Brasília - O líder do PSDB, Antonio Imbassahy (BA), negou que tenha realizado a leitura do projeto que defende a criminalização do caixa 2, durante reunião de líderes, nesta segunda-feira, como afirmou o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP). Segundo o parlamentar, ele apenas fez ponderações sobre a proposta e fez questão de sugerir a retirada de termos que indicassem uma possível anistia para políticos que tiverem cometido crimes de caixa 2. "Jamais mancharia a minha biografia defendendo um tema como esse", defendeu o tucano.

Orlando também se retratou e disse que seria "injusto" depositar toda a responsabilidade em Imbassahy, pois, segundo ele, haviam pelo menos 15 parlamentares presentes no encontro e todos fizeram comentários - líderes da Rede e do Psol não foram convidados. Mais cedo, ele contou que havia um trecho um artigo do projeto que previa a extinção da pena para processos anteriores, que, sob pressão, foi retirado. Os dois parlamentares não quiserem divulgar quem é o autor da proposta, que, mesmo sob pressão de deputados, não foi divulgado. (Julia Lindner)

view Folha Vitória