Com alívio em Educação, IPC-Fipe desacelera alta a 0,89% em fevereiro

R7

SÃO PAULO (Reuters) - Com o alívio principalmente dos preços de Educação, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo desacelerou a alta a 0,89 por cento em fevereiro após avançar 1,37 por cento em janeiro, informou nesta quarta-feira a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

A Fipe informou que o grupo Habitação foi o que exerceu o maior impacto no índice de fevereiro ao registrar alta de preços de 0,91 por cento, com 0,2826 ponto percentual.

Destacou-se também o avanço de 1,02 por cento dos preços de Alimentação, ainda que tenha desacelerado ante a alta de 2,36 por cento vista em janeiro.

Na outra ponta, os preços de Educação subiram 0,39 por cento em fevereiro, após avançarem 7,62 por cento no primeiro mês do ano diante da sazonalidade com o início das aulas.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

None

(Por Camila Moreira)

view R7