Geração de fãs de Mamonas não conheceu grupo em vida

Folha de S. Paulo

Apesar de Mamonas Assassinas ser sua banda predileta, Juliana Barbosa não tem nenhuma lembrança do dia do acidente que vitimou o grupo (veja ao lado). Pudera: em 2 de março de 1996, a estudante pernambucana ainda não existia. Leia mais (03/02/2016 - 02h15)

view Folha de S. Paulo