É HOJE! STF decide nesta quarta-feira se Cunha se torna réu na Lava Jato

É HOJE! STF decide nesta quarta-feira se Cunha se torna réu na Lava Jato

Brasil Post - Blog

O Supremo Tribunal Federal decide nesta quarta-feira (2) se o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se tornará réu na Operação Lava Jato.

Cunha é suspeito de ter recebido US$ 5 milhões do lobista Julio Camargo. A propina teria sido parte do contrato, feito sem licitação, para instalação de dois navios-sonda do estaleiro Samsung Heavy Industries em 2006 e 2007.

Além de Julio, também participaram da negociação o empresário Fernando Soares - o Baiano, operador do PMDB no escândalo, e o ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró.

O procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, autor da ação contra Cunha, também argumenta que o deputado pediu, em 2011, à ex-deputada e atual prefeita de Rio Bonito, no Rio de Janeiro, Solange Almeida a apresentação de requerimentos à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara para pressionar o estaleiro, que parou de pagar as parcelas da propina.

Segundo Janot, não há dúvida de que Cunha foi o verdadeiro autor dos requerimentos. A prefeita foi incluída no processo. Cunha nega todas as acusações a afirma que não vai deixar a presidência da Câmara.

Adiamento

Na segunda-feira (29), a defesa de Cunha tentou adiar o julgamento com o argumento de que não tinha tido tempo suficiente para responder as acusações e nem tinha tido acesso as delações em que o peemedebista é citado.

O pedido foi negado pelo ministro Teori Zavascki. Ele explicou que os recursos serão analisados na plenária, antes do julgamento da denúncia.

“Trata-se, ademais, de inquérito que tramita há aproximadamente um ano e que tem recebido atento e constante acompanhamento dos competentes representantes do acusado signatários das petições. A apresentação de memoriais pode ser perfeitamente promovida no prazo que antecede o julgamento, sendo ainda facultado aos defensores a produção de sustentação oral”, disse o ministro.


Afastamento

Só depois de decidir se Cunha se tornará réu ou não que os ministros vão analisar o outro pedido de Janot, o de afastamento do parlamentar do comando da Câmara.

(com Agência Brasil)
LEIA TAMBÉM:

- Argumento de Cunha na maioridade penal vale para saída dele: ‘Clamor da sociedade'

- ASSISTA: Por que eles não querem cassar Cunha? Aliados dão seus motivos

- ‘Agressivo e dado a retaliação', define Janot sobre Cunha

view Brasil Post - Blog