Saiba quando a aposentadoria por invalidez pode ser solicitada

R7

Todo segurado da Previdência Social que tenha sofrido um acidente de trabalho ou que apresente, durante as suas atividades laborais, algum tipo de doença que o incapacite de realizá-las, tem o direito a aposentadoria por invalidez. Para solicitar este benefício é necessário atender alguns requisitos exigidos pela Previdência.
De acordo com a advogada Tabatha Barbosa do CENAAT – Centro Nacional de Apoio ao Aposentado e Trabalhador o segurado precisa passar pela perícia médica, onde é avaliado o estado de saúde, além do processo de reabilitação profissional e tratamento adequado.
“O beneficiário da aposentadoria por invalidez fica obrigado, sempre que solicitado pelo INSS, a realizar novos exames periciais a fim de manter o benefício. Caso não seja feito, poderá ter a aposentadoria suspensa”, explica a Dra. Tabatha.
Para quem já possui algum tipo de doença ou lesão no momento em que se associa a Previdência não tem direito ao benefício previdenciário. Contudo, quando há agravamento no estado de saúde do trabalhador que o incapacite de prosseguir com as suas atividades será devidamente pago.
A advogada Tabatha destaca ainda que o direito ao benefício só é permitido ao trabalhador que tenha contribuído pelo menos 12 meses ao INSS, no caso de afastamento por doença. O prazo de carência só não é exigido se o motivo for acidente ou no caso em que o cidadão, após filiar ao INSS for acometido por doenças listadas pela Portaria Interministerial MPAS/MS 2998/2001, mas será necessário estar inscrito na Previdência.
O valor pago mensalmente na aposentadoria por invalidez corresponde a 100% do salário benefício, que é obtido por meio da média aritmética simples dos 80% maiores salários de contribuição apurados no período base de cálculo. Caso o trabalhador necessite de assistência permanente, o valor será aumentado em 25% a partir da data do seu pedido.
O CENAAT dispõe de um setor jurídico para esclarecer dúvidas sobre como proceder para solicitar o benefício. Para isso é necessário fazer uma agendamento prévio em uma das unidades. Para maiores informações acesse www.cenaat.org.br.

Website: http://www.cenaat.org.br/

view R7