Brasileiro Samir Barel supera desafio do Canal da Mancha

R7

Missão dada, missão cumprida! Samir Barel mostrou mais uma vez é nada é impossível. E o desafio deste sábado (8) era nada mais nada menos que a conturbada travessia do Canal da Mancha, entre a Inglaterra e a França. O percurso de 34 quilômetros é um dos mais difíceis e prestigiados da maratona aquática mundial em razão das adversidades no trajeto. Para se ter uma ideia, mais de 280 atletas largam da costa inglesa por ano, mas uma média de 38 nadadores, aproximadamente 8%, conseguem concluir o percurso, segundo dados da organização. Agora o paulista que mora em Campinas integra o seleto hall de desbravadores do Estreito de Dover, que teve como precursor o capitão da marinha mercante britânica Matthew Webb em agosto de 1875.

"É realmente uma prova especial, totalmente imprevisível e implacável. Larguei às cinco da manhã, no começo peguei uma temperatura boa no Canal, o dia estava bom, com sol, então acabei dando sorte no clima. Mas no final, a pouco mais de peguei uma correnteza imprevista no qual demorava praticamente 10 minutos para nadar um trecho curto de 100 metros, dada a força da corrente. Isso me atrasou bastante, no final acabei nadando 46 quilômetros para cruzar esse último trecho", relatou o atleta de 31 anos.

Mais sobre a travessia:
Data do Desafio: 08 de agosto de 2015
Percurso original: 34 quilômetros
Temperatura da água: aproximadamente 16 ºC (proibido o uso de neoprene)
Condições da água: correnteza forte
Percurso final (nadado): 46 quilômetros
Tempo: 10h14min

Um dos principais embaixadores da maratona aquática no Brasil, Samir Barel está desde 2013 empenhado em realizar as principais e mais longas maratonas aquáticas do mundo. Até o momento, o nadador já colocou no currículo o título de campeão famosa Volta na Ilha de Manhattan, tradicional percurso de 45 quilômetros pelos rios East e Hudson, nos Estados Unidos, finalizou em sétimo lugar a tradicional maratona Hernadarias-Paraná, conhecida como a maratona aquática mais longa do mundo (88k) e em 2014 chegou a incrível marca de 300 quilômetros nadados, somando sua participação em seis das sete etapas do Grand Prix da FINA, principal circuito da modalidade. Depois de toda essa vivência, ainda contou com a experiência de Igor Souza, seu técnico e atual recordista de ida e volta do Canal da Mancha, para concluir a travessia que tem mais de 135 anos de história.

"Para mim essa prova representa uma verdadeira uma lição de vida, pessoal e profissional. envolve muita garra e determinação, além de muita disciplina e planejamento durante a preparação, que durou praticamente um ano. Estou muito feliz e agradecido pela força e apoio de todos, isso foi essencial para conclusão do desafio. Senti muito frio, muita dor no quadril, não consegui trabalhar tão bem a perna pela tensão, então nadei literalmente no meu limite. Foi uma prova realmente de muita superação. Fiquei admirado e agora respeito ainda mais essa prova", finalizou o nadador, que ainda pretende realizar chamado "Desafio dos 7 mares", concretizando as maratonas aquáticas mais difíceis do planeta.

Além do Canal da Mancha, integram esse circuito o Canal de São Jorge entre a Irlanda e a Escócia (33,7 km), o Estreito de Cook, O Canal Moloka’i entre as ilhas de O’ahu e Moloka’i no Havaí (43 km), o Canal de Catalina em Los Angeles (33,7 km), o Estreito de Tsugaru, entre Honshu e Hokkaido no Japão (19,5 km), e o Estrito de Gibraltar. Até hoje nenhum nadador conseguiu atravessar todos os sete canais naturais.

Samir Barel é natural de São José dos Campos (SP), mas reside em Campinas (SP), onde mantém sua base de treinamento na ELO Academia. Praticante de maratona aquática desde 2007, Barel já foi campeão e recordista brasileiro nas provas 50 e 100 m livre e 200 m medley no final da década de 1990. É o atual campeão da I Copa Brasil de Maratona Aquática e em 2014 também foi o vencedor da famosa Volta na Ilha de Manhattan, tradicional percurso de 45 quilômetros pelos rios East e Hudson, nos Estados Unidos.
Website: http://onboardsports.net/

view R7