ricardo hingel

Ricardo Hingel: a hora é de desprivatizar o país

O Brasil tem sido um laboratório de experimentos econômicos, passando por casos de sucesso como o Plano Real, que acabou com a hiperinflação, até chegar ao desastre atual, onde o desrespeito para com

Ricardo Hingel: o futuro não tão fácil das taxas de juros

Em entrevista recente, o atual presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou que o banco havia "quebrado a espinha dorsal da inflação" nos últimos 12 meses; na sequência, o Conselho Monetário

Ricardo Hingel: a demora da retomada econômica

Participei recentemente de um seminário em Nova York, onde participaram mais de cem empresas brasileiras de capital aberto e mais de 800 investidores sediados nos Estados Unidos, basicamente gestores

Ricardo Hingel: o Copom errou

Em janeiro último, escrevi nesse espaço a respeito do acerto do Copom em não iniciar um novo ciclo de alta da taxa Selic, esperado pela grande maioria do mercado em função, principalmente, da elevada

Ricardo Hingel: empresas enfartadas

A recessão que a economia brasileira enfrenta deve acumular uma queda do PIB, entre 2014 e 2016, próxima de 7%. Uma das características da recessão é a redução da demanda que afeta diretamente o setor

Ricardo Hingel: a redução da taxa Selic

A principal notícia econômica da última semana foi, sem dúvida, a redução da taxa Selic pelo Banco Central, primeira desde março de 2012. A deterioração fiscal do governo Dilma se iniciou naquele ano,

Ricardo Hingel: uma economia imprevisível

A economia, como qualquer ciência que tenta entender o que ocorre e busca planejar e antever o que virá, é sempre sujeita a eventos aleatórios ou imprevisíveis. Ninguém antecipou a queda das torres

Ricardo Hingel: há luzes para 2017?

O principal fato no Brasil em 2016, o impeachment da presidente Dilma, mudou as expectativas para a recuperação da economia nacional, uma vez que o novo governo foi entendido como capaz de criar as

Ricardo Hingel: agora, o Copom acertou

Há um mês, escrevi neste espaço a coluna intitulada "O Copom errou", quando, mesmo frente a um quadro favorável à redução da taxa Selic, como recessão persistente, inflação convergindo para o centro

Ricardo Hingel: a indústria automobilística no RS - parte 1

Celebrando-se o novo investimento da General Motors em Gravataí, no valor de R$ 1,4 bilhão, é interessante relembrar sua origem e lógica, cuja atração para o Rio Grande do Sul já remonta há 20 anos.

Ricardo Hingel: a cigarra, a formiga e a Previdência

As fábulas possuem uma importância significativa na cultura universal, pois, mesmo de forma simples, conseguem expressar conceitos e morais por vezes tão difíceis e complexos. Uma das mais famosas é a

Ricardo Hingel: o custo-benefício da impunidade

Diversas razões fazem com que as gerações que convivem no Brasil tenham se acostumado com a expressão "o Brasil é o país do futuro" e que nossos potenciais nos caracterizam como um local privilegiado.

Ricardo Hingel: a gênese de todos os males

A incógnita a respeito das elevadas taxas de juros brasileiras encaminha às mais diversas discussões e aqui vamos abordar basicamente as taxas oficiais, que, dentro da política monetária, visam conter

Ricardo Hingel: os governos e seus potenciais de estrago

Estive recentemente de férias nos Estados Unidos, quando presenciei estradas cheias, restaurantes lotados, shoppings e outlets movimentados, ou seja, uma vida de normalidade, passada tanto a grande

Ricardo Hingel: a indústria automobilística no RS - parte 2

*Economista Na coluna anterior, comentei a vinda da General Motors para o Rio Grande do Sul e hoje dou continuidade, me permitindo referir alguns detalhes por já terem se passado 20 anos da

Ricardo Hingel: a indústria automobilística no RS - parte 3

*Economista Nas colunas anteriores, resumi a vinda da General Motors para o Rio Grande do Sul, investimento de maior impacto na economia estadual em muitas décadas e que consolidou a vocação de uma