poesia

Pedro Gonzaga: sujo como a vida - Adeus a Ferreira Gullar

Pedro Gonzaga: sujo como a vida - Adeus a Ferreira Gullar

Sempre que um grande poeta morre, enquanto o silêncio se torna mais feio (para quem ama a poesia, o silêncio é o que acontece entre os versos) lembro de Borges. Em um pequeno escrito, dizia o mestre

ordem do dia - 1, por romério rômulo

Categoria: Literatura ordem do dia, 1 por romério rômulo chamei os amigos à ordem do dia e lhes joguei o estanho na cara: quanto de mim é um anjo e quanto assombração e pedra. ficaram as
O livro de Ñasaindy Barrett de Araújo, a filha de Soledad Barrett, por Urariano Mota

O livro de Ñasaindy Barrett de Araújo, a filha de Soledad Barrett, por Urariano Mota

Categoria: Artigos O livro de Ñasaindy Barrett de Araújo, a filha de Soledad Barrett por Urariano Mota Quando maio chegar, o Brasil vai conhecer a poesia da filha de Soledad Barrett, a guerrilheira
‘Se me ama, me deixa ir em paz’, disse Gullar à esposa

‘Se me ama, me deixa ir em paz’, disse Gullar à esposa

Mulher do poeta, Claudia Ahinsa relatou que Gullar pediu para que não fosse entubado após ter complicações em decorrência de uma pneumonia
Voo para a história

Voo para a história

Um voo que nunca terminou. Um time que virou poesia O post Voo para a história apareceu primeiro em Trivela.

Paulo Sérgio Vieira: diálogo das horas, por Aderaldo Luciano

Categoria: Literatura é econômico e pródigo. Poemas curtos, poesia vasta. Ao aproximar o olhar de suas criaturas, tenho receio de machucá-las de tão delicadas, como se acabassem de ter nascido e

meu coração é o mundo, por romério rômulo

Categoria: Literatura meu coração é o mundo por romério rômulo 1. todo sábado eu inundo a ponta do meu desejo no rio onde eu me vejo o mais exato e profundo. 2. todo sábado amanheço com o coração
Chile celebra o ano de Violeta Parra

Chile celebra o ano de Violeta Parra

País comemora o centenário do nascimento da cantora e compositora, poeta e artista plástica com a publicação de livros, concertos e exposições

Cruz e Sousa - O Poeta do Desterro

Categoria: Memória Cruz e Sousa - O Poeta do Desterro por Almeida Filme de Sylvio Back lançado em 1998, por ocasião do centenário da morte de Cruz e Souza, que nasceu nesta data, 24 de Novembro, no
Ferreira Gullar é enterrado em mausoléu da ABL, no Rio

Ferreira Gullar é enterrado em mausoléu da ABL, no Rio

Poeta morreu neste domingo, aos 86 anos, em decorrência de uma pneumonia

a geografia dos ossos, por romério rômulo

Categoria: Literatura a geografia dos ossos por romério rômulo se eu me encontrar com a morte lhe entrego os meus cabelos fujo correndo, de sorte que ela vai me remetê-los me mandará com outro

Os 10 melhores poemas de Cecília Meireles

Pedimos aos leitores e colaboradores que apontassem os poemas mais significativos de Cecília Meireles — uma das mais importantes vozes líricas da literatura em língua portuguesa e primeira voz

Na periferia, a poesia é resistência

Jovens paulistanos relatam a morte prematura, o golpe e o cotidiano da favela em Slam Interescolar
As 12 músicas para conhecer o cantor e poeta Leonard Cohen

As 12 músicas para conhecer o cantor e poeta Leonard Cohen

Cohen inspirou uma geração de talentosos músicos, incluindo Bob Dylan, e continuou a compilar prêmios e sucessos
Morre Leonard Cohen, o sussurro tranquilizador se apaga para sempre

Morre Leonard Cohen, o sussurro tranquilizador se apaga para sempre

Figura capital da música contemporânea, músico canadense deu ao folk una profunda evocação poética
A poesia de Leonard Cohen, em imagens

A poesia de Leonard Cohen, em imagens

Poeta, cantor e compositor canadense deixa um dos legados mais importantes da música pop
Sem Leonard Cohen, a música perde um de seus maiores poetas

Sem Leonard Cohen, a música perde um de seus maiores poetas

Arte da palavra, pela potência que o ritmo impõe aos versos escritos, a canção tinha em Leonard Cohen um de seus gigantes. Como poucos outros, entre os quais incluem-se o Nobel de Literatura Bob

mote para dezembro, 3, por romério rômulo

Categoria: Literatura mote para dezembro, 3 por romério rômulo eu deixo a casa vazia meus cavalos d'além mar um caravaggio nos ossos um maradona no olhar um goya feito do avesso o corpo sem

Pirulito que bate bate, pirulito que já bateu...

Categoria: Memória por Luciano Hortencio Pirulito que bate bate, Pirulito que já bateu. Quem gosta de mim é ela, Quem gosta dela sou eu. Em meio à praça adormecida, Ao luar que tece rendas no