maíra kubík mano

Como a esquerda brasileira continua correndo atrás do próprio rabo

Enquanto nos digladiamos pela melhor análise do cenário eleitoral e apontamos o dedo uns para os outros, a direita sorri e avança

Como a esquerda brasileira continua correndo atrás do próprio rabo

Enquanto nos digladiamos pela melhor análise do cenário eleitoral e apontamos o dedo uns para os outros, a direita sorri e avança