joaquim levy

Os dois maiores erros de política econômica da gestão Dilma, por Douglas Alencar

Categoria: Análise A escolha de nomes como Arno Augustin e Joaquim Levy estão na origem de equívocos como a segunda redução do IPI, quando se deveria investir em infraestrutura, e no tamanho e

Joaquim Levy visita Ministério da Fazenda como diretor do Banco Mundial

O ex-ministro da Fazenda e atual diretor financeiro do Banco Mundial, Joaquim Levy, retornou hoje (9) ao ministério pela primeira vez desde que deixou o cargo, em dezembro de 2015. Levy reuniu-se com

Joaquim Levy visita Ministério da Fazenda como diretor do Banco Mundial

O ex-ministro da Fazenda e atual diretor financeiro do Banco Mundial, Joaquim Levy, retornou hoje (9) ao ministério pela primeira vez desde que deixou o cargo, em dezembro de 2015. Levy reuniu-se com

'Doutrina do choque’ explica Brasil de Michel Temer

Neoliberalismo radical não ganha eleição e precisa de crise, até artificial, para ir adiante, segundo livro de jornalista canadense

Foi a Dilma, estúpido!, por Ricardo Cavalcanti-Schiel

Categoria: Análise Foi a Dilma, estúpido! por Ricardo Cavalcanti-Schiel O choque neoliberal causou a maior crise da história Pelo Centro de Estudos de Conjuntura e Política Econômica da Unicamp

Fazenda e Itamaraty em guerra silenciosa na discutível adesão à OCDE

Desavenças sobre ingresso e comando de nova missão geraram efeitos até no Banco dos Brics. Falta de legitmidade do governo atrapalha planos

Fazenda e Itamaraty em guerra silenciosa na discutível adesão à OCDE

Desavenças sobre ingresso e comando de nova missão geraram efeitos até no Banco dos Brics. Falta de legitmidade do governo atrapalha planos

Governo Temer tenta disfarçar, mas refaz estratégia de Dilma

Um dos principais motivos para a resistência do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, à revisão da meta fiscal era não reeditar o comportamento do governo Dilma Rousseff em 2015. Quando ficou claro

'Doutrina do choque’ explica Brasil de Michel Temer

Neoliberalismo radical não ganha eleição e precisa de crise, até artificial, para ir adiante, segundo livro de jornalista canadense