economia e negócios

Como fórmulas matemáticas fomentam desigualdade e discriminação, segundo ex-analista de dados de Wall Street

Como fórmulas matemáticas fomentam desigualdade e discriminação, segundo ex-analista de dados de Wall Street

Autora afirma que algoritmos que 'regem nossas vidas' acabam disseminando informações negativas que podem influenciar decisões como empréstimos a desigualdade de oportunidades no mundo.
Como fórmulas matemáticas fomentam desigualdade e discriminação, segundo ex-analista de dados de Wall Street

Como fórmulas matemáticas fomentam desigualdade e discriminação, segundo ex-analista de dados de Wall Street

Autora afirma que algoritmos que 'regem nossas vidas' acabam disseminando informações negativas que podem influenciar decisões como empréstimos a desigualdade de oportunidades no mundo.
Como fórmulas matemáticas fomentam desigualdade e discriminação, segundo ex-analista de dados de Wall Street

Como fórmulas matemáticas fomentam desigualdade e discriminação, segundo ex-analista de dados de Wall Street

Autora afirma que algoritmos que 'regem nossas vidas' acabam disseminando informações negativas que podem influenciar decisões como empréstimos a desigualdade de oportunidades no mundo.