coluna da patrona

Cíntia Moscovich: o último fim de semana

Na quinta-feira, um pouco antes de Moisés Mendes, um dos melhores textos do jornalismo do Estado, autografar Todos querem ser Mujica, foi a vez de uma bênção ecumênica sobre a Feira do Livro, feita

Cíntia Moscovich: o Moishe

Essa é uma coluna de despedida. Escrevo com o coração pequeninho de emoção, certa de que não houve mais bela homenagem do que essa que a Câmara Rio-Grandense do Livro e meus pares de letras me

Cíntia Moscovich: Fim de semana

A primeira semana de Feira passou literalmente voando – no caso da patrona que vos escreve, não parei de caminhar, de dar beijos e abraços em pessoas que amam nossa Feira. O segundo fim de semana na

Cíntia Moscovich: "De varia res"

Se a gente pega a programação da Feira, aquele jornalzinho distribuído na barraca de informações (e que é sempre atualizada no site ), encontra-se uma oferta super variada de atividades. Nesta sexta,
Cíntia Moscovich: "Arte e acessibilidade para todos"

Cíntia Moscovich: "Arte e acessibilidade para todos"

Quem entra no Espaço Cultural dos Correios, que fica no térreo do Memorial do Rio Grande do Sul, com entrada pela Avenida Sepúlveda, encontra pelo menos duas iniciativas preciosas. A primeira é a
Cíntia Moscovich: "Porto Alegre fica maior e muito mais amorosa na última sexta-feira de outubro"

Cíntia Moscovich: "Porto Alegre fica maior e muito mais amorosa na última sexta-feira de outubro"

Nesta sexta, ao cair da noite, no Teatro Carlos Urbim, erguido em plena Praça da Alfândega, abrimos oficialmente a 62ª Feira do Livro de Porto Alegre. Os livreiros ainda davam os últimos arremates nas