claudio brito

Reforma urgente

* JornalistaNão vou propor que acelerem as votações e aprovem logo a terrível reforma previdenciária. Muito menos defenderei que agilizem a aprovação da nova proposta de legislação trabalhista. Ambas

Resposta justa e devida

Nenhum absurdo na decisão do ministro Luiz Fux, que mandou voltar à Câmara Federal o pacote anticorrupção, que o Senado já começava a apreciar e que resultou em um monstrengo engendrado na madrugada

Encontro de contas

A recuperação fiscal que o governo federal pretende, mostra-se indispensável, mas está longe de resolver a falência dos entes federados, sejam os estados ou os municípios, cada vez mais pobres sob um

Leniência, um bom negócio

Acordos de leniência são grandes e bons negócios para empreiteiros que corrompem, fazem negociatas, cometem crimes e induzem servidores públicos a cometê-los também. Outras vezes, são extorquidos,

Exemplo africano

Enquanto por aqui ainda se prende delinquentes em delegacias, viaturas policiais e camburões, prisioneiros quase conquistam o Grammy, no país mais pobre do mundo, Malawi, sudeste da África. Foi na

Importante é julgar

* JornalistaNunca se esperou tanto da Justiça. Jamais houve tanta cobrança por seus resultados. E se fala dos tribunais como se todos fossem iniciados nas questões jurídicas. E isso é muito bom.

Então tá, conta outra

Uma das fragilidades que aponto como nocivas aos processos judiciais é a das colaborações premiadas, tão festejadas, desde o tempo em que eram chamadas de delações.O delator é erigido à condição de

Passaram dos limites

Foram longe demais, ultrapassaram os limites do razoável e estupraram a legalidade. Pior ainda, igualaram-se aos mais terríveis delinquentes. Falo de todos os que permitiram a barbárie do

Cláudio Brito: será preciso se fingir de morto

Meu Inter vai ter que se fazer de morto. Será preciso dissimular, passar por pequeno e fingir que nunca esteve no Japão conquistando o Mundial. Jamais pensar na invencibilidade de 1979, até hoje nunca

Criminalidade fortalecida

Quem imagina deter a criminalidade e sufocar a violência pela repressão desenfreada e o recolhimento de presos a um sistema carcerário pré-medieval, engana-se. A barbárie que nos atormenta recrudesce

Justiça do Trabalho

Há quem não entenda e por isso não goste da Justiça do Trabalho. Outros, têm medo dela, certamente porque pretendem negar direitos e abusar. Doloroso é saber que existem "tenebrosas transações" para o

Sem censura, por favor

A indisposição dos produtores rurais com o enredo da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense para o próximo Carnaval é incompreensível e chega ao exagero. Há manifestações na Câmara Federal, notas

Essencialmente juiz

Quando saiu da Faculdade de Direito, Teori Zavascki mostrou a que vinha. Sabia muito e não se contentaria com a graduação. Seu doutorado em Processo Civil tem a vertente dos textos acadêmicos e a
Ruy Gessinger: quem no lugar de Teori Zavascki?

Ruy Gessinger: quem no lugar de Teori Zavascki?

Depois do editorial de Zero Hora de 20 janeiro, bem como do artigo de Cláudio Brito, pouco haveria mais a dizer sobre o magistrado exemplar, lamentavelmente falecido.Creio, no entanto, cabíveis
"O sintoma não é bom para o Inter", avalia Cláudio Brito sobre decisão do CAS

"O sintoma não é bom para o Inter", avalia Cláudio Brito sobre decisão do CAS

Cláudio Brito, comentarista de assuntos jurídicos do Grupo RBS e colorado declarado, não viu com bons olhos a decisão do CAS , que pediu 48 horas para ver se é capaz de julgar o caso Victor Ramos, na

São Clemente

Numa segunda-feira de Carnaval, não vou mergulhar no mar revolto do juridiquês. Deixo de lado o habeas corpus do goleiro Bruno, examino mais tarde a troca de ministros, nem penso em Lava-Jato e

Integração fundamental

* JornalistaNem sempre é possível. Muitas vezes, não se alcança. São muitas as causas para impedir que aconteça. Desde questões materiais, objetivas, até fraquezas da alma, como a vaidade em excesso.

Justiça equilibrada

Mais que um aparente pleonasmo, um anseio. Justiça equilibrada é ideia e desejo de se ver confirmar a balança como símbolo de tratamento adequado a todas as causas postas em litígio. E com essas

Comunidade no comando

Imagine uma cidade onde as coisas estão em seus devidos lugares e as pessoas conhecem direitos e deveres com muita adequação. Pense em um modelo de sociedade em que cooperação e responsabilidade são

Réus na acusação

Se for aprovado o projeto de lei que Renan Calheiros bolou para proteção de corruptores e corruptos, será um desastre para as instituições que têm por missão a fiscalização, a investigação, o