celso gutfreind

Celso Gutfreind: arte e vida

Dois comerciais natalinos estão passando na tevê. Similares, abordam o mesmo tema: divórcio. Em um, a menina faz um teatro de marionetes na noite de natal. O assunto, claro, é a separação de seus
Celso Gutfreind: a arte de ganhar e de perder

Celso Gutfreind: a arte de ganhar e de perder

Sou fã de Renato Portaluppi. Sou grato a Renato Portaluppi. Anos depois de aprender a perder, ele me ensinou a ganhar. Não é fácil aprender a perder. Um desafio para as entranhas lá onde nos sentimos

Celso Gutfreind: vis-à-vis

* Psicanalista e escritor Para Victor Guerra que, antes de partir, compreendeu uma criança.Os prédios de hoje são muito colados uns nos outros. Os limites de onde um começa e o outro acaba estão cada
Celso Gutfreind: Pedro Rocha perde gols que nós, na arquibancada ou no sofá, não perderíamos

Celso Gutfreind: Pedro Rocha perde gols que nós, na arquibancada ou no sofá, não perderíamos

Há muito tempo não me incomodava tanto quanto com o Pedro Rocha. E aí está um dos méritos do futebol. Ele desloca e abriga raivas tolas. Tolas? Dificilmente outros não sentem o que sentimos com

Celso Gutfreind: "Do que se pode falar na literatura infantil?"

Ao abordar um assunto polêmico como a retirada de um livro do currículo escolar , ocorre-me um ensaio do escritor israelense Amos Oz. Chama-se Como Curar um Fanático. No olho do furacão de outra
Celso Gutfreind: aprendendo a brincar

Celso Gutfreind: aprendendo a brincar

É sobre o que vi do Neymar. Não as cifras milionárias que ouvimos sobre a sua transferência para o PSG. Nem as falcatruas tributárias que também ouvimos sobre a sua ida para o Barcelona. Ou a ética,

Celso Gutfreind: o pelo da coruja ou a crueza da cenoura

* Psicanalista e escritorTem uma novidade nas noites da gurizada de 14, 15 anos. Antes de entrar, a turma recebe uma etiqueta que pode ser uma figura ou duas palavras. Devidamente coladas em sua