arquivo nirez

Pirulito que bate bate, pirulito que já bateu...

Categoria: Memória por Luciano Hortencio Pirulito que bate bate, Pirulito que já bateu. Quem gosta de mim é ela, Quem gosta dela sou eu. Em meio à praça adormecida, Ao luar que tece rendas no

Resgatando Leny Caldeira das "Coisas que o tempo levou"

Categoria: Memória por Luciano Hortencio Sempre com a preocupação de resgatar artistas hoje esquecidos, tanto pela mídia quanto pela poeira do tempo, criei o Grupo Facebook COISAS QUE O TEMPO LEVOU

Almirante interpreta Tudo em Pê, por Luciano Hortêncio

Categoria: Música Pedro Pereira Pinto Pronto, patrão! Pinta a pena portinha e no portão Passo pensando pelas praças procurando Por um tal pintor pintando pena porta e no portão Parei pateta pois

Nem tudo que reluz é ouro...

Categoria: Memória Nem tudo que reluz é ouro Oi, nem tudo que balança cai. (bis) A moça que a gente conhece Todo dia rezando na igreja, Pode ser que ela seja uma santa Mas também pode ser que não
Coro Pio XI da Matriz do Carmo - Com Flores a Maria - Tantum Ergo

Coro Pio XI da Matriz do Carmo - Com Flores a Maria - Tantum Ergo

Categoria: Música Seleção de Luciano Hortencio Coro Pio XI da Matriz do Carmo - direção do maestro Oswaldo Antonio Urban - COM FLORES A MARIA - TANTUM ERGO. Disco D. S. D. 044-B. Disco constante do
Papai Noel não sobe na Favela!

Papai Noel não sobe na Favela!

Categoria: Música por Luciano Hortencio Papai Noel Não sobe na favela O morro também Tem garotada Eu botei o meu tamanco Na janela, e de manhã Não tinha nada leia mais

Eu quero o tampo do cumbuco do balaio!

Categoria: Memória por Luciano Hortencio Celeste Leal Borges - SERENO EU CAIO - Celeste Leal Borges. Disco Odeon 10.642-A - matriz 3586. Julho de 1930. Disco constante do Arquivo Nirez. Coisas que

Para que chorar o que passou...

Categoria: Memória por Luciano Hortencio Vidas que se acabam a sorrir Luzes que se apagam, nada mais É sonhar em vão tentar aos outros iludir Se o que se foi pra nós Não voltará jamais Para que

Brasília é o futuro e eu preciso ir pra lá!

Categoria: Memória por Luciano Hortencio Ai, ai, meu J. K. Brasília é o futuro E eu preciso ir pra lá. (bis) Eu sou o José, o irmão da Emília E quero trabalhar lá em Brasília. No Palácio da

Bloco carnavalesco A Escadinha dos Hortencio

Categoria: Memória Bloco carnavalesco A Escadinha dos Hortencio - Segunda metade da década de 1940. Da esquerda para a direita, Danielle, João Luiz, Murilinho, Heloisa e Anselmo. Interessante

A situação num tá boa não!

Categoria: Memória Resgate de Luciano Hortencio A situação num tá boa não. Num tá boa não, num tá boa não, Num tá boa não, num tá boa não. Qualquer coisinha custa um dinheirão, Trabalho à beça,

Sapato de pobre é furado...

Categoria: Memória Resgate de Luciano Hortencio Sapato de pobre é furado Não pode pisar no molhado. (bis) Pobre professa e acha graça. Se o tombo é feito , Do chão não passa. A tempestade ele

I cadetti di Guascogna

Categoria: Música Resgate de Luciano Hortencio Ecco qui, ecco qui Ce arrivato un quadrimotore pieno di, pieno di indovinalo un po' di chi. Sono tre con il bianco mantello d'immacolato

A moeda e o bau da Dindinha, por Luciano Hortencio

Categoria: Memória por Luciano Hortencio Da Dindinha (Luiza Gomes Ferreira) tenho pouquíssimas lembranças. Somente tenho dela uma recordação de estar sempre sentada na rede, com um rosário nas

Cai, cai, cai, cai! Quem mandou escorregar...

Categoria: Memória Resgate de Luciano Hortencio Cai, cai, cai, cai. Eu não vou te levantar. Cai, cai, cai, cai. Quem mandou escorregar. (bis) Cai a chuva no telhado, Teu olhar caiu no meu. Cai a

Onde é que está o seu nariz?

Categoria: Memória Resgate de Luciano Hortencio Menina, que não gosta do meu samba Cintura e busto à Lolô Menina sofisticada Menina de peruca alvoroçada A la Brigitte Bardot Porque vive a fazer

Haja carnaval ou não, eu vou cantar!

Categoria: Memória por Luciano Hortencio do jornal O Estado do Ceará Exposição “arquivo Nirez“ reúne acervo sobre Fortaleza A Caixa Cultural Fortaleza apresenta, de 17 de fevereiro a 16 de abril,

Parabéns, Fortaleza! Que Deus te abençoe e te guarde!, por Luciano Hortencio

Categoria: Memória por Luciano Hortencio Fortaleza, minha terra, completa hoje seu 291º aniversário. Nossa loira desposada do sol , apesar de todos os seus problemas, é acolhedora e maravilhosa

Caranguejo do mar vive no seu buraco!

Categoria: Memória Resgate de Luciano Hortencio Caranguejo do mar Vive no seu buraco. A mulher da cidade Mostra a gente o sovaco. O mundo está perdido Ninguém mais quer casar. O doutor da

Apita agora, ave de rapina!

Categoria: Memória Quem dá esquece, quem apanha quer se vingar. O tempo é pouco pra quem não pode esperar. (bis) Apita agora, ave de rapina, Viver da gente é a tua sina. Apita agora, ave de