andrea dworkin

Não há nada de 'feminista' na defesa da pornografia

Não há nada de 'feminista' na defesa da pornografia

Como disse a ativista Rachel Moran, sobrevivente do comércio sexual, "não existe hoje nem nunca existiu um argumento feminista em defesa da conversão das mulheres em objetos comerciáveis".Deveria ser
Não há nada de 'feminista' na defesa da pornografia

Não há nada de 'feminista' na defesa da pornografia

Como disse a ativista Rachel Moran, sobrevivente do comércio sexual, "não existe hoje nem nunca existiu um argumento feminista em defesa da conversão das mulheres em objetos comerciáveis".Deveria ser