Após pedir demissão, técnico volta atrás e segue no Independiente

Facebook
VKontakte
share_fav

Após o título da Copa Sul-Americana, o Independiente perdeu seu técnico, Ariel Holan, que acabou se demitindo por causa de ameaças de torcida organizada do clube. Porém, poucos dias depois, a situação mudou. Neste sábado, os argentinos confirmaram a permanência do treinador.

Por meio de anúncio em redes sociais, o Rei de Copas garantiu que Holan seguirá à frente do time em 2018, ano em que o maior campeão da história da Libertadores tentará o oitavo título da principal competição sul-americana.

Ariel Holan foi convencido a ficar no Independiente (Foto: Mauro Pimentel/AFP)

Inclusive, o Independiente terá um clube brasileiro pela frente. O Corinthians, campeão brasileiro, está na mesma chave dos argentinos, juntamente com Millonarios-COL e Deportivo Lara-VEN.

Campeão da Sul-Americana sobre o Flamengo, Holan gerou interesse do próprio Rubro-Negro, que corre o risco de perder seu atual comandante, Reinaldo Rueda, com proposta da seleção do Chile. Agora, Ariel não é mais uma opção.

Aos 57 anos, Holan tem sua formação no hóquei sobre a grama, modalidade da qual foi técnico durante mais de dez anos na Argentina. No futebol, iniciou sua trajetória como auxiliar. Como treinador, seu primeiro trabalho foi em 2015, no Defensa y Justicia. No início de 2017, se tornou comandante do Independiente.

O post Após pedir demissão, técnico volta atrás e segue no Independiente apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva - Futebol internacional
#independiente
#independiente-arg
#ariel holan