Boletim Matutino da VICE

Facebook
VKontakte
share_fav

Brasil

Sem votos, Temer adia definição de data para votação da reforma da Previdência
A expectativa de Michel Temer de conseguir nesta quarta-feira (6) um piso de pelo menos 290 votos e definir uma data para a votação da reforma previdenciária acabou frustrada. Sem reunir apoio necessário, o peemedebista decidiu aguardar os próximos dias para avaliar se será possível votar na próxima semana as mudanças nas regras de aposentadoria. Entre as novas promessas de Temer para angariar apoio à impopular proposta estão a liberação de R$ 500 milhões para centrais sindicais. – Folha de S. Paulo

Câmara aprova aumento de pena para motorista embriagado que provocar morte no trânsito
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (6) um projeto de lei que aumenta a pena para o motorista embriagado que provocar acidente com morte. Pela lei atual, a punição para quem provocar acidente fatal ao volante é de 2 a 4 anos de detenção, além da suspensão da habilitação, mas não faz referência especial ao motorista alcoolizado. A proposta aprovada inclui na legislação a previsão de punição de 5 a 8 anos de reclusão para o homicídio culposo cometido por motorista embriagado. Agora o projeto vai à sanção presidencial. – G1

Abin e GSI mantêm megabanco de dados sobre movimentos sociais no Brasil
Um documento obtido pelo site The Intercept mostra que o GEO-PR, sistema criado durante a gestão Lula para proteger territórios indígenas, terras de pequenos agricultores e o meio ambiente, está sendo usado pela Agência Brasileira de Inteligência e pelo Gabinete de Segurança Institucional para monitorar movimentos sociais, incluindo comunidades indígenas e quilombolas, assentamentos rurais, ONGs, mobilizações, greves e manifestações que ocorreram no país. – The Intercept

Tiririca quase renuncia no plenário da Câmara e afirma que não vai tentar se reeleger
Após sete anos de mandato, o deputado federal Tiririca (PR-SP) subiu na tribuna da Câmara nesta quarta-feira (6) para fazer o seu primeiro e último discurso. O parlamentar disse estar decepcionado com a política chamou a atuação dos colegas de "vergonhosa". Horas depois do discurso, visto por muitos como admissão de renúncia, Tiririca disse que permanece no mandato até o final de 2018, mas não irá tentar se reeleger. O palhaço se elegeu pela primeira vez em 2010 com o bordão “vote Tirirca, pior que está, não fica”. – UOL

Sob protestos, PF faz operação contra Memorial da Anistia na UFMG
A Polícia Federal realizou nesta quarta-feira (6) uma operação para investigar supostos desvios da construção do ainda inacabado Memorial da Anistia da Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte. A operação realizou a condução coercitiva do reitor, da vice-reitora e de duas outras ex-vice-reitoras da universidade, entre outros. Segundo a PF, que realizou a operação em parceria com a CGU e o TCU, os desvios poderiam chegar a R$ 4 milhões, mas não deu mais detalhes sobre os supostos desvios. – O Beltrano

Após prisão de Rogério 157, Rocinha tem tiroteio e dois mortos
Duas pessoas de identidade ainda desconhecida morreram após tiroteio com policiais militares por volta das 21h30 da noite de quarta-feira (6), na comunidade da Rocinha, Zona Sul do Rio. O confronto aconteceu no mesmo dia em que o criminoso Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, foi preso, na comunidade do Arará, na Zona Norte da cidade, longe da comunidade que costumava chefiar. – G1

Jovem é acusado sem provas de roubar celular em SP e passa 2 meses na cadeia
Victor Ambergue Rocha Gabriel completou nesta semana dois meses de prisão. Ele foi preso acusado de roubar o celular de um motorista na noite de 26 de julho, na Penha, zona leste de São Paulo. No momento do crime, o jovem estava há 20 quilômetros do local, trabalhando em uma empresa de transporte na zona norte. Victor comprou um celular em um grupo de Facebook chamado “Desapego”, sem saber que era produto de roubo, e em outubro foi preso acusado de sequestro e roubo. O caso deve ir a julgamento nesta quinta-feira (7). – Alma Preta

Casal é flagrado com cinco filhotes de macaco-prego no interior de SP
A Polícia Rodoviária apreendeu cinco filhotes de macaco-prego em Itatinga, no interior de São Paulo, na noite desta quarta-feira (6). Os policiais faziam fiscalização de rotina em uma praça de pedágio quando um motorista que passava pelo local mudou de cabine cobrança ao perceber a equipe. O casal foi preso em flagrante, mas liberado após pagar uma multa de R$ 82 mil. – G1

Mundo

Após anúncio de Trump sobre Jerusalém, Hamas convoca nova intifada
O grupo palestino Hamas convocou nesta quinta-feira (7) uma nova intifada um dia depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como capital de Israel. A decisão de Trump é polêmica uma vez que os palestinos reivindicam Jerusalém Oriental como capital de seu futuro Estado e a comunidade internacional não reconhece a reivindicação israelense sobre a cidade como um todo. – G1

Argentina sequestrada por militares quando bebê reencontra família após 40 anos
O grupo argentino Avós da Praça de Maio, que se dedica a rastrear o paradeiro de pessoas desaparecidas durante a ditadura militar no país entre 1976 a 1983, teve mais uma vitória nesta semana. Uma mulher chamada Adriana, de 40 anos, separada de sua mãe após o nascimento, foi identificada depois de fazer um teste de DNA e descobrir que seus pais, na verdade, foram Violeta Ortolani e Edgardo Garnier, militantes que desapareceram durante o regime. – BBC

Parlamento australiano aprova casamento gay por quase unanimidade
Depois de passar uma lei em 2004 afirmando que casamento é apenas “uma união entre homem e mulher”, o parlamento da Austrália aprovou por quase unanimidade o casamento entre pessoas do mesmo sexo nesta quinta-feira (7) – apenas dois deputados votaram contra a proposta. Com a aprovação, a Austrália é o 25º país do mundo a autorizar o casamento gay. – The Guardian

E mais

Estudo aponta risco de câncer de mama em mulheres que usam anticoncepcional hormonal
Um novo estudo que analisou informações de 1,8 milhão de mulheres na Dinamarca concluiu que mulheres que usam ou usaram recentemente métodos anticoncepcionais baseados em hormônios têm um risco cerca de 20% maior de ter câncer de mama que as que não usam. Os pesquisadores calcularam que a contracepção hormonal produziu um caso extra de câncer de mama para cada 7.690 mulheres por ano. Isso representa muitos casos, já que 140 milhões de mulheres usam anticoncepção hormonal em todo o mundo. – G1

ver Vice Brasil
#casamento gay
#abin
#dados
#ditadura